sábado, 25 de agosto de 2012

800 TONELADAS DE ARROZ APODRECERAM NUM ARMAZÉM EM TIBAR

.

TVTL - 24 de agosto de 2012 - Tradução de TIMOR RAI MURAK

Oitocentas toneladas de arroz oferecidas pelo governo da China em 2011, que foram guardados num armazém em Tibar não pode ser distribuído e consumido pela população porque muito do arroz está estragado.

De acordo com as observações da TVTL feitas hoje no armazém, das oitocentas toneladas do arroz doado pelo governo da China em 2011, muito do arroz está estragado.

De acordo com algumas fontes, já não se pode consumir o arroz, porque está preto e podre e muitas das sacas (de arroz) estão esburacadas porque foram armazenadas há quase um ano.

Algumas pessoas das comunidades que estavam no armazém de Tibar disseram que, este arroz é da responsabilidade do ministério da Segurança Social (MSS) e da Direção Nacional da Assistência Social, não foi possível confirmar com o diretor nacional da Assistência Social no MSS, em Caicoli, porque ele estava de serviço nos distritos.

A realidade demonstra-nos que o referido ministério, não tem um plano e a capacidade para gerir como deve de ser este arroz e apenas estragou, porquê que este arroz não foi fornecido à Igreja aos Orfanatos e às comunidades que precisam? Por este motivo, o governo necessita de criar bons mecanismos para este alimento, porque algumas comunidades na capital de Díli e nos distritos sofrem de fome e de carência de alimentos.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.