quarta-feira, 22 de agosto de 2012

PRESIDENTE TMR DESAFIA A ELITE POLÍTICA TIMORENSE

.

Tempo Semanal - Quarta-feira, 22 de agosto de 2012 - Tradução de TIMOR RAI MURAK

Pela primeira vez na história de Timor-Leste o Chefe de Estado, Presidente Taur Matan Ruak, fez uma declaração pública dos seus bens pessoais. Não só o Presidente Ruak tornou público os seus bens próprios, mas também os da sua esposa e dos filhos.

No que é visto por muitos como um desafio direto à elite política timorense por parte do Presidente de Timor-Leste, Ruak, ele não só apresentou uma declaração dos seus bens, mas fez também com que os documentos fossem tornados públicos. O Tempo Semanal obteve copias há apenas umas horas atrás.

Ao fazê-lo, o Presidente Ruak desafiou fortemente o governo, os partidos da oposição e a liderança do serviço público a seguirem o seu exemplo.

Às onze horas, horas de Díli, o Presidente da República Democrática de Timor-Leste tornou pública a declaração dos seus bens. A Primeira-dama e o chefe do pessoal do Presidente, reuniram-se com o presidente do Tribunal de Recurso, Dr. Cláudio Ximenes, durante 20 minutos para apresentarem os documentos da declaração dos bens. Em declarações aos jornalistas em frente do Tribunal de Recurso a Primeira-dama disse: "Hoje eu vim aqui em nome do Presidente da República e acompanhada pelo chefe do pessoal do Presidente para entregar a declaração dos bens do Presidente".

Existem preocupações crescentes e discussões em Timor-Leste sobre a questão dos políticos e funcionários públicos fazerem as declarações dos seus bens pessoais. Muitas pessoas dizem que é apenas um tipo de manobra dos políticos. Mas Isabel Ferreira disse, " vamos colocar à disposição do público as cópias da declaração dos bens do Presidente, para que as pessoas tenham um absoluto conhecimento de quais são os bens que o Presidente tem. Deixemos o povo julgar por ele próprio".

"Vamos distribuir as cópias dos documentos da declaração (dos bens) do Presidente, da sua esposa, bem como dos seus filhos", ela reiterou.

A lei estipula que os detentores de cargos públicos devem apresentar as suas declarações (de bens) ao Tribunal de Recurso, mas não é necessário estas serem tornadas públicas, mas a Primeira-dama disse que, "nós queremos torná-la pública e se o público quer saber pode vir ao tribunal e pedir para a consultarem. O Presidente da República quer torná-la disponível para o público, para permitir que os cidadãos possam agir como fiscais para garantirem que o Presidente cumpre as promessas da campanha, um governo honesto e de boa governação. Isto é baseado no compromisso político do Presidente durante a sua campanha, sobre a questão de combater a corrupção na nossa jovem nação, Timor-Leste."

O público está feliz com a atitude do Presidente, para servir de exemplo para os membros da administração pública do país. "Eu acho que o Presidente e a sua esposa estão a dar um bom exemplo para os timorenses, e esperamos que os que estão no poder façam o mesmo que o Presidente fez esta manhã", disse Pedro Rodrigues Amaral ao Tempo Semanal.

Nota: Ver os documentos da declaração dos bens do Presidente da República aqui.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.