quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Timor-Leste ainda é porta de entrada de droga na Indonésia -- Comissão Nacional Antinarcóticos indonésia

.

Díli, 23 jan (Lusa) - A Comissão Nacional Antinarcóticos da Indonésia disse que Timor-Leste continua a ser considerado um país de trânsito para a entrada de drogas na Indonésia, noticia hoje a edição na Internet da revista indonésia Tempo.

Segundo o chefe de divisão de relações públicas da Comissão Nacional Antinarcóticos da Indonésia (BNN), Sumirat Dwiyanto, Timor-Leste é frequentemente utilizado como destino de trânsito antes das drogas serem transportadas para a Indonésia.

A guarda antidrogas "tem recusado afrouxar o controlo da fronteira de Timor-Leste. Um guarda desprevenido pode ser uma janela de oportunidade para os traficantes de droga entrarem na Indonésia", disse Sumirat Dwiyanto, citado na notícia da Tempo.

Segundo a revista, nos últimos quatro meses a Comissão Nacional Antinarcóticos intensificou a cooperação com a Polícia Nacional de Timor-Leste no âmbito da formação, troca de informação e na resolução de casos.

"As drogas são provenientes da Índia ou Singapura e têm como destino Kupang (em Timor Ocidental), Jacarta (capital da Indonésia) e Medan (ilha de Samatra)", disse o responsável.

A Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) tem feito várias apreensões de droga nos últimos meses.
Em declarações aos jornalistas no passado mês de outubro, o comandante da PNTL, comissário Longuinhos Monteiro, disse que a droga com destino à Indonésia é proveniente do Irão e depois transportada para o continente africano, seguindo para a Índia e o Nepal.

O comissário Longuinhos Monteiro explicou também que a droga entra em Timor-Leste através de Singapura.

MSE // MLL.

Lusa/Fim
,

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.