quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Conferência sobre desenvolvimento vai reunir mais de 200 pessoas de 45 países em Timor-Leste

.

Díli, 21 fev (Lusa) - O vice-primeiro-ministro de Timor-Leste, Fernando La Sama, anunciou hoje que mais de 200 pessoas provenientes de vários países vão participar na conferência internacional sobre o desenvolvimento após 2015, a realizar em Díli na próxima semana. 

"Duzentas pessoas de 45 países confirmaram a sua participação na conferência internacional de Díli a realizar na próxima semana. Entre os participantes vão estar o Presidente da República do Kiribati e o primeiro-ministro das Ilhas Salomão", disse o vice-primeiro-ministro.

Além do chefe de Estado do Kiribati, Anote Tong, país situado no Oceano Pacífico com pouco mais de 100 mil habitantes, e do primeiro-ministro das Ilhas Salomão, Gordon Darcy Lilo, vão estar presentes os ministros da Libéria, Sudão do Sul, Somália, Afeganistão e República Democrática do Congo.

Fernando La Sama de Araújo falava em conferência de imprensa, que serviu para dar aos jornalistas a última versão do programa da conferência internacional.

A conferência, que vai decorrer entre quarta e quinta-feira, é dedicada ao tema "Desenvolvimento para todos: Acabar com os conflitos, construir Estados e erradicar a pobreza".

O encontro é organizado em conjunto com a Comissão da ONU para os Assuntos Sociais e Económicos da Ásia e do Pacífico, cooperação australiana e o g7+, organização que pretende melhorar a eficácia da ajuda internacional e que é composta por 18 Estados-membros, entre os quais se encontram Timor-Leste e a Guiné-Bissau. 

As conclusões do encontro, que vai reunir representantes dos governos de vários países da Ásia e do Pacífico, sociedade civil e setor privado, vão ser incluídas na agenda do desenvolvimento global para depois de 2015 das Nações Unidas.

MSE // MLL.

Lusa/Fim
/

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.