segunda-feira, 18 de março de 2013

Homens de Hércules chantagearam empreiteiro para construírem as suas casas

.

17 de março de 2013 - Jakarta Post - Tradução de TIMOR HAU NIAN DOBEN

Jacarta - De acordo com as testemunhas, os homens do  ex-senhor do crime,  Hércules do Rosário Marçal,  alegadamente  extorquiram não só dinheiro, mas também  materiais de construção dos trabalhadores numa loja-caa, em Kembangan, um subúrbio a oeste de Jacarta.
 
Um trabalhador da construção, que não quis ser identificado, disse que os bandidos extorquiram frequentemente materiais de construção, como o cimento, areia, ferro ou aço, bem como lavatórios e pias sanitárias desde 2012, no valor de centenas de milhões de rupias (cerca de dezenas de milhares de dólares americanos). Os bandidos, de acordo com ele, usaram os materiais para construírem as suas casas.

"Alguém seria espancado se nós nos recusássemos a acatar as ordens. Uma pessoa até partiu a perna quando foi atirado para fora de um carro", disse o trabalhador da construção civil, que estava a construir a  loja - casa pertencente à PT Tjakra Multi Strategi, como foi referido pelo Tempo. Co.

Ele disse que houve uma altura em que eles não tinham lavatórios nem pias a mais para darem aos bandidos e, como consequência, eles assaltaram um motorista que transportava os materiais.

Uma fonte da Polícia do ocidente de Jacarta confirmou a história.

"Eles só têm coragem para falarem sobre isso [e não apresentar um relatório à polícia] ", disse.

Hércules e 49 dos seus associados foram declarados suspeitos no passado sábado, por alegadamente estarem envolvidos numa briga com a polícia, em Kebon Jeruk Indah, a oeste de Jacarta, no dia anterior.

O confronto começou quando os suspeitos supostamente tentaram provocar uma briga com os agentes policiais que foram destacados para protegerem a área, depois de relatos de que Hércules e os seus homens estavam ativamente envolvidos em extorsão neste local.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.