quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dados metereológicos resgatados de uma turbulência

.


SAPO TL com radio ABC News - 29 de Maio de 2013 

O Governo australiano recuou duas décadas atrás nos dados meteorológicos de Timor-Leste, depois de terem sido resgatados por um meteorologista de Darwin, Austrália, no meio da agitação civil durante o movimento da pequena ilha que caminhava para a sua independência, a rádio ABC News. 

 O meteorologista Sam Cleland chegou a Díli em 1999 para ajudar a restaurar os serviços meteorológicos no país, e ficou chocado ao encontrar 20 anos de registos deixados num escritório abandonado. 

"Havia uma grande quantidade de registos em papel espalhados pelo chão, um pé de profundidade em alguns lugares, passei horas à procura tentando reunir o que pude", disse Sam Cleland. 

Na altura, o metereologista passou horas a recolher os papéis que ele podia levar consigo antes de ir para o aeroporto e enviá-los para Darwin para sua custódia. 

 Os registos foram agora devolvidos em papel original para os arquivos nacionais de Timor-Leste, mas também em forma digitalizada para as agências e cientistas locais terem acesso a esses dados de pesquisa. 

Os 20 anos de registos preenchem uma importante lacuna no conhecimento sobre o clima do país e o seu clima. 

Os australianos e timorenses peritos da metereologia dizem que tem sido difícil para Timor-Leste entender o potencial das alterações climáticas e os impactos por causa da falta de informação. 

A digitalização dos registos também é parte de um projecto mais amplo para converter todos os dados meteorológicos de Timor-Leste a partir de papel para o formato electrónico. 

 No entanto, continuam a existir décadas de falta de dados dos períodos em que Portugal e a Indonésia colonizaram a pequena nação. 

 Timor Leste fez o pedido a Portugal e a Indonésia para obter esses registos. SAPO TL com radio ABC News 
,

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.