quarta-feira, 22 de maio de 2013

MINISTÉRIO DA SAÚDE DISTRIBUI MEDICAMENTOS FORA DE PRAZO

.

Jornal Timor Post - Quarta-feira, 22 de maio de 2013 - Tradução de TIMOR HAU NIAN DOBEN       

A diretora do centro de saúde de Laclubar, distrito de Manatuto, Almerinda Pereira, disse que ela recebeu medicamentos do ministério da Saúde (MS), que já estavam fora de prazo e que alguns têm apenas um mês de validade e lamentou também que os remédios distribuídos não estão de acordo com os pedidos feitos.

"Nós recebemos medicamentos a nível nacional, alguns estão fora de prazo, alguns têm apenas a validade de um mês e os remédios que nós pedimos eles não mandaram, e mandaram isto que nós não solicitamos", disse Almerinda aos jornalistas, no seu local de trabalho, na passada sexta-feira.

A diretora declarou que problemas como este não aconteceram só agora, mas sim sempre.

"O que eles mandam não é o suficiente, porque nós num dia podemos atender mais de 500 pacientes, por isso, de acordo com os medicamentos trimestrais, estes apenas podem ser usados durante uma semana, estes medicamentos são a amoxilina, paracetamol e os remédios para a dor de barriga", sublinhou Almerinda.

Com o referido problema, a diretora sente-se descontente com o trabalho do MS, porque tem impacto  nos serviços que eles prestam aos doentes, e é necessário uma atenção urgente, ela apela ao ministério da Saúde para criar um mecanismo, para que as transferências dos medicamentos não sejam feitas tarde.

A diretora pediu ainda ao MS para emendar a gestão, porque o problema da falta de medicamentos é perigoso, porque em um ou dois meses a mortalidade pode subir. Almerinda Pereira urgiu também ao ministério da Saúde para distribuir como deve de ser os remédios e de acordo com os pedidos feitos pelo centro de saúde.

.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.