domingo, 13 de outubro de 2013

TIMOR POEMA CONSTANTE!

 .
                   

Mau Dick - "Poema para ti, amiga Rosário."

Não obstante
Voz discordante
És meu poema constante
Amor gigante
Incessante
Cativante
Paraíso verdejante
Torrão de Alicante
Adoçante
Amor amante
És meu elixir abundante
Dás-me forças para ir avante
Trago-te ao peito como um autocolante
Timor poema constante
Choro por ti como se fosse ignorante

Nota: Muito obrigada, Mau Dick!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.