terça-feira, 19 de novembro de 2013

EMÍLIA PIRES E MADALENA HANJAM CONTINUAM NA MIRA DA CAC

.
Foto, Tempo Semanal
Timor Hau Nian Doben - 19 de novembro de 2013

A Comissão Anticorrupção (CAC) decidiu que quatro pessoas ligadas ao caso de compras de camas para o Hospital Nacional Guido Valadares, vão continuar a serem investigadas, entre elas encontram-se a ministra das Finanças, Emília Pires, e a antiga vice- titular da pasta da Saúde, Madalena Hanjam, noticiou ontem o Jornal Independente.
.
" A CAC (...) está a fazer uma investigação para este caso (...) e as quatro pessoas (que continuam a ser investigadas) são: Emília Pires, Madalena Hanjam, a antiga diretora do Hospital Nacional Guido Valadares e ainda o anterior responsável pelo aprovisionamento no ministério da Saúde", afirmou uma fonte ao citado jornal.

Emília Pires foi ouvida na passada sexta-feira, pela Comissão Anticorrupção durante quatro horas, à saída recusou-se a prestar declarações aos jornalistas, porque o processo está sob o segredo de justiça.

"...Eu quero dizer que eu não posso prestar declarações, portanto, eu agradeço que os senhores se escusem de fazer perguntas, porque a lei não permite, mesmo que não haja nada para esconder ", disse.

A ministra das Finanças foi acusada de alegadamente ter adjudicado um contrato ao seu marido, Warren Macleod, para a aquisição de camas para o Hospital Nacional Guido Valadares.

Fonte: Jornal Independente.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.