terça-feira, 25 de março de 2014

Perdão Senhor Presidente da República, perdão!

.

Zizi Pedruco

Ontem a Primeira-dama de Timor-Leste, Isabel Ferreira, deu-me uma valente " bofetada" sem mãos! Bem-feito Zizi, pensei eu para com os meus botões! Mas, eu gosto de apanhar estas "bofetadas", ai gosto, gosto!

Gostaria que todos os políticos timorenses me dessem valentes " estalos" todos os dias e me calassem de uma vez por todas...Estou cansada de gritar, cansada mesmo...

Eu devo um pedido de desculpa muito grande (mais um) ao Sr. Presidente da República, Taur Matan Ruak. Eu explico.

Eu tenho um respeito muito grande por todos os homens e mulheres que se enquadram no titulo de veteranos de Timor-Leste, eu penso, talvez estupidamente, mas é assim que eu penso, que eles são cidadãos número um do país, joias e que TODOS nós devemos olhar para eles com adoração, agradecimento e respeito, muito respeito! Estão-se a rir senhores leitores, acham que a Zizi é maluquinha? Então é porque Vossas Excelências são uma cambada de mal-agradecidos! São estes os homens e mulheres a quem nós devemos a terra Timor, não se esqueçam disso, não se esqueçam nunca disso!

Quando começou a operação policial para capturar os comandantes, L7, Mauk Moruk e Labarik, eu chorei, senti-me cheia de vergonha e enchi-me de revolta.

Como se atrevem estes FDP da PQP dos deputados aprovarem uma resolução para capturarem estes homens, como? Até hoje não consigo entender qual foi o crime destes SENHORES e qual é o perigo que eles representam para o Estado Timorense. Dizer a verdade, é destabilizar o país? Veteranos vestirem fardas é crime? Dizem que a organização é "criminosa", aiii meus senhores, vamos lá começar a definir crime de uma forma correta. Mauk Moruk é um prisioneiro politico e não um criminoso, isso sim!

Criminosos são os deputados que aprovaram a resolução, estes são os que deviam estar trancados em Becora e não os antigos comandantes da FALINTIL. Os tais animais que se arrogam representar o povo, são os verdadeiros criminosos deste país e um verdadeiro atentado para a estabilidade e a paz deste país. São eles os causadores do permanente sofrimento deste povo, não tenhamos dúvidas nenhumas.

Ora vejamos, a Lei da Pensão Vitalícia que prometeram alterar, até agora, nem falam nisso, é que não lhes convém.

 Esta lei é imoral e assassina e só dela vive quem não tem amor nem respeito por este povo! Já sabemos que eles conseguem aprovar resoluções por unanimidade, então de quê que estão estes CHULOS CRIMINOSOS à espera para a alterar?

Associação criminosa NÃO É o Conselho de Revolução Maubere nem os veteranos fardados, a associação CRIMINOSA é o Parlamento Nacional de Timor-Leste e os gajos que lá se sentam, vestidos de fato e gravata, estes são os verdadeiros CRIMINOSOS, aqueles que atentam contra a paz e a vida de centenas de milhares de timorenses, TODOS OS DIAS! Está na hora de ser emitido um mandato de captura para estes bandidos, não? SIM!

Pronto! Lá me enervei e desviei-me do objetivo desta postagem. Pedir desculpa a Sua Excelência Taur Matan Ruak.

Eu disse umas coisas que não devia no Facebook, chamei o Sr. Presidente de traidor porque li que ele estava contente com a operação da PNTL e senti-me triste, pensei que ele se tinha esquecido que as pessoas que foram alvo da captura foram companheiros da luta para a independência, fiquei mesmo magoada. Pensei para mim, este não passa de uma fraude também e de um traidor como os outros, apenas usou os veteranos para se eleger e agora que lá está, juntou-se à corja de bandidos e esqueceu-se das promessas que fez.

PENSEI E JULGUEI ERRADAMENTE O SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA!
.
Eu gosto de pensar que sou uma pessoa íntegra e justa e que aqui neste blogue não há lugar para ódios pessoais ou politiquices da treta e, por este motivo, eu venho muito humildemente e cheia de vergonha pedir perdão a Taur Matan Ruak.

PERDÃO SR. PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PERDÃO!

A visita da Dra. Isabel Ferreira a Mauk Moruk e o levar os livros do Papa Francisco em seu nome foi um ato muito comovente e demonstrou que o senhor NÃO se esqueceu dos anos de luta e dos seus companheiros, e que  Vossa Excelência não é um homem de duas caras. Fiquei emocionada também com a escolha dos livros, demonstrou que conhece bem o comandante Paulino Gama. Eu própria tinha já pensado em mandar-lhe o novo livro do Papa Francisco.

Esta visita da Primeira-dama deveria de ser encarada como um passo para a paz, para que se acabem com as vinganças pessoais e acusações sem fundamento. Eu peço a Deus que de uma vez por todas parem também com os ódios contra Mauk Moruk e que parem, mas parem mesmo, de lhe chamarem traidor! PAREM!!!

PORQUE ELE NÃO É! TER RENDIDO FOI POR AMOR À PÁTRIA E À CAUSA E NÃO TRAIÇÃO! Traidores são os outros...

Tudo o que ele fez depois de ter sido OBRIGADO A RENDER-SE, NÃO PODE ser levado em conta, NÃO PODE! Ele agiu sob coação e atos sob coação não representam a pessoa que é, ou a  forma desta agir, se tivesse garantida a sua liberdade. É difícil de entender isto? É preciso ser uma grande besta-quadrada para não se entender, o que é ÓBVIO!
.
Eu não escondo, não tenho de o fazer, eu sou amiga de Mauk Moruk, tenho-lhe muito respeito, admiração e amizade e eu tenho um defeito muito grande (assim dizem os meus amigos), sou uma pessoa com uma grande lealdade, não sou de "modas", não viro as costas aos meus amigos, não viro não! És meu amigo, então, eu fico do teu lado para o que der e vier! Não tenho muitos amigos, é verdade...Ahhh, não quero também!

O comandante Mauk Moruk NÃO É o monstro que pintam. Vou correr o risco de ele me estar a ler e ficar zangado comigo, mas vou dizer na mesma.

O Sr. comandante é um doce de pessoa, educadíssima, muito religiosa, com um Português maravilhosamente correto e um homem muito bom, que quer muito bem à nossa terra e principalmente a este povo. Não acreditem em ninguém que diga o contrário, NÃO ACREDITEM! ESTÃO A MENTIR!

Dois dias antes da PNTL o deter eu tive o prazer de falar com ele e estava muito nervoso. Foi uma senhora timorense quem atendeu o telefone e eu na brincadeira ainda me zanguei, porque embora eu tenha falado em Tétum - a minha pronuncia é portuguesa- a senhora disse para o Sr. comandante, " Malae ida", eu fiquei tão ofendida e disse quando ele veio ao telefone, hau laos malae, hau Timor Oan e o comandante fartou-se de rir e ainda me convidou para o visitar. Tem também um sentido de humor extraordinário.

Muito obrigada por ser meu amigo Sr. Comandante e falar comigo sempre com tanto carinho, respeito e amizade, apesar de eu ser muitos anos mais nova do que Vossa Excelência, o senhor SEMPRE me tratou por minha irmã. Um verdadeiro cavalheiro timorense! Já não se fazem homens como ele nesta  terra...

Mauk Moruk fala com um estilo muito próprio e diz o que sente, eu desafio a qualquer um  de vocês a lerem o que ele disse e pergunto, onde estão as mentiras? ELE NÃO MENTE, NÃO MENTE! E quem diz as verdades naquela terra, é encarcerado. Quem rouba, destabiliza o país e maltrata o povo, recebe como presente um Prado, para se passear pelas ruas e gozar descaradamente com o sofrimento atroz deste povo mártir! Mas que grande ironia!

Sr. comandante Mauk Moruk, receba um abraço grande cheio de amizade, carinho, respeito e admiração, desta sua irmã amiga, que todos os dias pede a Deus, para  lhe dar força e coragem para suportar a grande injustiça que lhe fizeram!

A LUTA CONTINUA, SR. COMANDANTE! A LUTA CONTINUA!!!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.