quarta-feira, 21 de maio de 2014

Xanana Gusmão apela a mudança de mentalidades no 40º aniversário da Fretilin

,
Foto, Facebook

 Lusa - 21 de maio de 2014

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, apelou ontem a uma mudança de mentalidades e comportamentos dos timorenses para o país poder "ir para a frente e crescer".

 "Temos de mudar a nossa mentalidade e o nosso comportamento porque quando mudarmos o nosso comportamento o país pode ir para a frente e crescer", disse Xanana Gusmão, que discursava nas comemorações do 40º aniversário da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), onde participou enquanto antigo membro do Comité Central do partido.

"Hoje todos os partidos devem juntar os seus militantes para discutir o desenvolvimento e não pensar só em dinheiro", afirmou Xanana Gusmão aplaudido por milhares de militantes e simpatizantes da Fretilin.

Usando na cabeça o boné da Fretilin do secretário-geral do partido, Mari Alkatiri, Xanana Gusmão salientou que "hoje os responsáveis timorenses só pensam em si próprios" e que "isso é preciso ser corrigido".

Sobre a Fretilin, único partido da oposição no parlamento timorense, o primeiro-ministro de Timor-Leste disse que merece o respeito de toda a gente.

"Vocês merecem o nosso respeito. A Fretilin merece o meu respeito. Curvo-me com respeito", disse Xanana Gusmão, salientando que a Fretilin é o partido mais organizado de Timor-Leste e que orientou a luta que culminou com a restauração da independência a 20 de maio de 2002.

Nas comemorações do 40º aniversário da Fretilin, transmitidas em direto pela televisão estatal, participaram, além de milhares de apoiantes e militantes, vários elementos do governo timorense e membros do corpo diplomático acreditado em Díli.

O partido foi criado a 20 de maio de 1974 com a denominação de Associação Social Democrata Timorense (ASDT), que a 11 de setembro do mesmo ano foi renomeado Fretilin.

Xanana Gusmão, que foi eleito em 1981 chefe do braço armado da Fretilin, as Falintil, abandonou o partido em 1988 quando foi eleito presidente do Conselho Nacional da Resistência Maubere.
,

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.