terça-feira, 17 de junho de 2014

A MORTE NÃO É NADA

.

Santo Agostinho

A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

Ao meu papá, tio, tias, irmãos e primos,
.
Eu tenho tanto  para escrever mas a nossa família não é de muitas palavras, muito menos numa situação destas, na hora do luto. Sofrer sem espetáculos e calados é o lema da nossa família. Morreu a nossa ADORADA tia I, o nosso TESOURO, tia, irmã e mãe idolatrada e um pouco de todos nós vai com ela, mas muito da tia fica para sempre connosco. Daqui deste lado do mundo mando-vos um beijo do tamanho do Céu, e quero que tenham a certeza, que cada um de vocês se encontra dentro do meu coração nesta hora de tanta dor.
Querida Tia I, obrigada por tudo, obrigada por tudo, minha tia metan adorada! Descanse em paz no Reino dos Céus.
ATÉ SEMPRE, ATÉ SEMPRE TIA QUERIDA.
Zizi
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.