quinta-feira, 31 de julho de 2014

Emília Pires constituída arguida num processo de alegada corrupção e abuso de poder

.

Timor Hau Nian Doben - 31 de julho de 2014

A ministra das Finanças, Emília Pires, e a antiga vice titular da pasta da Saúde, Madalena Hanjam, foram constituídas arguidas num processo de alegada corrupção e abuso de poder, noticiou o jornal Suara Timor Lorosae.

Segundo as declarações ao citado periódico do juiz administrador do Tribunal Distrital de Díli, Duarte Tilman, o processo seguiu o trâmite processual de acordo com o Código do Processo Penal e o Ministério Público fez a acusação, notificou as arguidas, terminou a notificação e mandou para o tribunal.

"Eu verifiquei no secretariado judicial que já está registado no Tribunal Distrital de Díli e Emília Pires e Madalena Hanjam foram constituídas arguidas, existe já uma acusação contra as duas", disse.

Emília Pires e Madalena Hanjam são arguidas num caso que ocorreu no governo anterior, a ministra das Finanças alegadamente aprovou um pagamento, para o fornecimento de camas para o Hospital Nacional Guido Valadares, a uma empresa da qual o seu marido, Warren McLeod, é proprietário.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.