sexta-feira, 18 de julho de 2014

PR timorense exige a ministra das Finanças pagamento de salários em atraso

.

Díli, 18 jul (Lusa) - O Presidente de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, exigiu hoje à ministra das Finanças, Emília Pires, o pagamento dos salários em atraso aos funcionários, do orçamento destinado à merenda escolar e ao setor privado nacional.

O chefe de Estado timorense esteve hoje reunido durante três horas com a ministra das Finanças num encontro em que, segundo um comunicado divulgado à imprensa, manifestou as suas preocupações em relação ao desempenho do Ministério das Finanças.

"O Presidente Taur Matan Ruak exigiu uma ação imediata por parte do Governo que conduza à resolução de algumas questões pendentes, nomeadamente atraso nos pagamentos dos salários dos funcionários em geral e dos diplomatas que se encontram no exterior, o orçamento destinado à merenda escolar e às dívidas contraídas ao setor privado nacional", refere em comunicado a Presidência.

"Relativamente ao novo sistema implementado no Ministério das Finanças e que tem vindo a afetar o funcionamento daquele ministério, o chefe de Estado referiu que é importante que este sistema contribua para intensificar a transparência, responsabilização e boa governação em geral, e ainda para a modernização da economia nacional, mas que o mesmo não pode servir de desculpa para o desempenho dos funcionários do Estado no atendimento ao público", salienta o comunicado.

O Presidente Taur Matan Ruak tem tecido, por diversas ocasiões, duras críticas à ministra das Finanças.

MSE // PJA
Lusa/Fim

.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.