quarta-feira, 30 de julho de 2014

Xanana Gusmão pode resignar dentro de dias

.

Timor Hau Nian Doben - 30 de julho de 2014

O primeiro-ministro Xanana Gusmão pode apresentar a resignação dentro de dias, durante uma Conferência extraordinária do Congresso Nacional da Reconstrução de Timor (CNRT), que terá lugar entre 2 e 3 de Agosto, no Centro de Convenções de Díli.

A deputada e vice-presidente do CNRT, Domingas Alves, declarou ao Timor Post que durante a conferência, o partido de Gusmão irá decidir se o chefe do governo vai ou não resignar.

"O CNRT vai realizar a conferência extraordinária para que o partido possa decidir internamente se ele vai resignar ou não resignar", disse.

Domingas Alves salientou que ainda não se sabe quem pode substituir o líder "carismático" mas que tudo vai correr normalmente e que Xanana já se sacrificou muito e precisa de descansar.

"Eu penso que o processo vai ser normal, porque ele já tem idade, desde o tempo da guerra que ele se sacrifica e durante 12 anos ele liderou o processo de desenvolvimento, por este motivo ele precisa de descansar", afirmou a deputada Alves ao Timor Post.
,
Xanana Gusmão anunciou publicamente no inicio deste ano que iria resignar depois da Cimeira de Díli, para ajudar a nova geração a assumir o comando do país, a mesma que apelidou de "preguiçosa e egoísta" em março.
,
O primeiro-ministro disse que existem muitos jovens mas, "... ainda não têm uma boa mentalidade para levar o país e o povo para a frente. Hoje temos muitos mestrados, mas o problema deles é que eles são preguiçosos, o problema deles é o egoísmo (...) Vocês são professores, mestres, licenciados, por isso, ponham lá a vossa a vossa inteligência a funcionar, para nós vermos", desafiou Xanana Gusmão no Centro de Convenções de Díli.
,
Três nomes são apontados como os possíveis substitutos de Xanana, o ministro da Justiça, Dionísio Babo Soares, o ministro da Educação, Bendito Freitas, e ainda o ministro da Presidência do Conselho de Ministro, Ágio Pereira. 

Segundo fonte próxima ao executivo de Gusmão ela disse ao Timor Hau Nian Doben que de entre os três nomes referidos, Ágio Pereira é o favorito, embora existam pressões dentro de uma ala do CNRT, para que o escolhido seja o atual ministro da Justiça, Dionísio Babo.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.