quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

"Não acredito que Mauk Moruk deu ordens para atacar a PNTL"- Lere Anan Timur

.

Timor Hau Nian Doben - 22 de janeiro de 2015

Em declarações ao Jornal Independente, o chefe do Estado Maior da Força de Defesa de Timor-Leste, Major General Lere Anan Timor, disse que não acredita que o antigo Comandante das Falintil, Mauk Moruk, deu ordens à população de Saelari, Laga, para atacar os membros da Polícia Nacional de Timo-Leste (PNTL).

"Em Saelari, coitada da população, eles não sabem o quê a disciplina, então cada um emocionado e frustrado, cada pessoa tomou a iniciativa, eu não acredito que foi o Mauk Moruk quem deu ordens",disse.
.
De acordo com o Major General os confrontos na aldeia de Saelari,onde membros da PNTL foram feridos, isto não foi com a autorização de Mauk Moruk, mas sim descontrolo da população.
.
Lere Anan Timur apelou ao antigo comandante das Falintil para se render e  "ter consciência da realidade do país, para que juntos possam pensar no futuro do país, não se pode puxar os assuntos que já passaram e fazer a nação andar para a trás".
.
"Se eu estivesse no lugar dele, quando eu defendo um objetivo, eu não quero-me esconder, vem e vamos falar da política e da justiça em vez de me esconder para as pessoas chamarem-nos vários nomes", disse Lere. 

Ontem o jornal Tempo Semanal noticiou que Mauk Moruk estava pronto a render-se mas não se renderia às autoridades timorenses. Segundo Ângela Freitas, Presidente do Partido Trabalhista, o ex-comandante das Falintil apenas se entregará às Embaixadas da Austrália ou dos Estados Unidos, negociações estão a decorrer neste momento com as referidas  representações diplomáticas em Díli.

O Timor Hau Nian Doben tem efetuado esforços para contactar Mauk Moruk para se certificar da veracidade desta notícia, mas o telefone dele está desligado ou fora da área.

Cerca de 500 membros da PNTL e da F-FDTL encontram-se já estacionados em Laga, para capturarem Mauk Moruk e os seus homens, que se encontram desarmados.

O ex-comandante das Falintil foi detido preventivamente em março do ano passado após o Parlamento Nacional ter aprovado uma resolução por unanimidade para capturar Mauk Moruk e os seus homens, por estes alegadamente "representarem um perigo para a estabilidade do país". Paulino Gama foi libertado em dezembro.

Nota do blogue: Ahhhh Sr. General Lere, o senhor é mesmo um HOMEM ÀS DIREITAS, UM HOMEM DE BEM!!!Sabe Sr. General, Timor precisa de HOMENS como o senhor, precisa mesmo! Eu sou uma fã sua há muitos anos, tenho-lhe muito respeito e ADMIRAÇÃO mas não fique zangado com esta minha impertinência mas aqui vai... 2017 está à porta, deixe-me dizer-lhe que o senhor podia ser UM BRILHANTE PRIMEIRO-MINISTRO! Pense nisso Senhor General, pense nisso...Tenho para mim que o senhor ganhava a BRINCAR o resto dos macaquinhos! Fica a sugestão...Zizi Pedruco
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.