quinta-feira, 30 de abril de 2015

Australian mum faces death penalty as Malaysia confirms drug

.


YAHOO NEWS - April 30, 2015

Sepang (Malaysia) (AFP) - An Australian woman faces a possible death sentence for drug trafficking in Malaysia after a prosecutor said Thursday a chemist's report confirmed the substance found in her bag was crystal methamphetamine.

Maria Elvira Pinto Exposto, a 52-year-old mother of four, was arrested on December 7 at Kuala Lumpur airport with 1.1 kilograms (2.4 pounds) of the drug, also known as ice, court documents showed.

Prosecutor Hasifulkhair Jamaluddin told the magistrate's court that Exposto had been trafficking methamphetamine based on the chemist's report.

Magistrate Noor Hafizah Salim then ordered the case to be transferred to the high court.
.
Malaysia has a mandatory death penalty by hanging for anyone found guilty of carrying more than 50 grams of a drug.

Authorities previously said Exposto was trafficking 1.5 kilograms of methamphetamine.

Exposta, who was wearing a white blouse and black pants, looked nervous when the amended charge was read to her.

The defence is yet to enter a plea until the case reaches the high court since the lower magistrate's court has no jurisdiction to hear death penalty cases.

Later as she was being led out of the detention room in handcuffs, the Australian told AFP that she was innocent and nodded her head three times.

"Yes (I am innocent)," she said with a smile.

No date has been set for the high court hearing but defence lawyers said the trial could begin later this year.

"We are confident that we can show her innocence at the trial," Muhammad Shafee Abdullah, her counsel, told AFP.

Defence lawyers say Exposto was duped into carrying a bag -- which she believed contained only clothing -- by a stranger who asked her to take it to Melbourne.

She had travelled to Shanghai after falling for an online romance scam by a person claiming to be a US serviceman, according to lawyers.

Customs officers discovered the drugs stitched into the compartment of a backpack.

Two Australians were hanged in 1986 for heroin trafficking -- the first Westerners to be executed in Malaysia.

.

PN Ho Governu “Futu Lia” Hakiak Ditadura

.

Jornal Nacional Diario - 30 de abril de 2015

Rezolusaun ne’ebe maka Governu hasai no hetan aprovasaun unaminidade husi Parlamentu Nasional hodi buka tuir armas ne’ebe maka deskunfia veteranus sira sei rai subar, hanesan aktu ne’ebe maka Governu ho PN “futu lia” hodi hakiak ditadura iha Republika Democratico de Timor Leste (RDTL).

Lia hirak ne’e afirma husi eis Komandante FALINTIL, Região III, Cornelio Gama “L7” ba jornalista sira iha Fatuhada-Dili, Kuarta (29/04/2015), hodi espresa nia lamentasoens kona-ba asaun Polisia ho F-FDTL ne’ebe kumpri rezolusaun hodi aserka no halo pasarevista ba nia ho eis FALINTIL, Oan Ki’ak nia rezidensia, tanba deskunfia sei rai kilat bot iha uma. 

 “Ita funu ne’e ba liberdade demokrasia ba ema hotu, mas agora Governu ho PN hanesan tau fali ditadura hodi estraga demokrasia no hakanek ami veteranus sira nia fuan,” afirma L7. L7 lia tun dehan, verteranus maka mobiliza povu hodi liberta rai ida ne’e no fila rai ne’e sai nasaun demokratiku, tanba ne’e, veteranus la subar kilat no sei la hanoin at atu destroe fali nasaun ne’ebe maka sira rasik funda, liu husi mate, terus no sofrementu oi-oin.

 “Ami nonok deit maka ne’e ultimo ami sei halo buat ida, tanba ami maka liberta nasaun ida ne’e. Kilat iha F-FDTL, iha PNTL ami nian, ami maka liberta nasaun ida ne’e, uluk ami integrasaun karik Indonesia ukun tiha ona imi no ita hotu,” hateten L7 ho hirus. L7 fo izemplu katak, iha loron 3 Marsu 2013 halo ba Labadai sira ba tiru baku tuku tebe. Indonesia maka halo hanesan ne’e povu halai hotu ba ailaran hamutuk ho FALINTIL halo funu. 

 “Ami veteranus la konkorda ditadura mosu iha TL, maibe agora ami Konselhu Veteranus tenki kualia kona-ba lei, kualia kona-ba uniaun dereitus demokartika tanba ami hamrik lakohi estraga nasaun,” hateten L7.

 L7 hatutan, rezolusaun ne’ebe maka Governu ho Parlamentu Nasional halo ne’e Veteranus sira kontra, tanba Rezolusaun ne’e halo hodi baku no tuku tebe ema

Husi sorin seluk, Komandante Serbisu Investigasaun Kriminal (SIK), Superentendente Lodgerio Lay hateten, SIK nia serbisu ba ema hotu, laos deit ba KOK. Tanba ne’e, prezensa eis FALINTIL, Oan Ki’ak iha PNTL la’os presta deklarasaun, maibe konfirma deit informasaun ne’ebe maka husi KOK sira iha katak nia (Oan Ki’ak-red) rai kilat M-16 iha uma. 

 “Ami nia poder ne’e 12 de tempu, se’e 12 de tempu maka ami halo identifikasaun maka la iha buat ida ami liberta emediata. Ami liberta tanba informasaun hotu konfirmadu,” informa Lodgerio Lay.nax
.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Bali nine: Indonesia's credibility is at stake with decision

.
BASTARD!!!
Mark Kenny - Chief political correspondent -The Sydney Morning Herald - April 29, 2015

Frustratingly, arguments about the immorality of the death penalty have fallen on deaf ears in Jakarta. The same can be said for the equally compelling assertion that killing Andrew Chan and Myuran Sukumaran is counterproductive because the men have become net-contributors to Indonesia being both model prisoners and mentors to other lost souls.

One reason that this "reformed character" argument has not bitten is an abiding misconception that the Indonesian penal system, and particularly its treatment of drug traffickers, was ever built around the concept of rehabilitation.

You don't execute people who you are trying to reform. Yet the unique example of Sukumaran and Chan shows why the judicial and penal system can be elevated and indeed why it must be. More urgently, their execution points up a gaping legal and logical mistake at the heart of the court's original ruling of death-by-firing-squad.

In essence, the sentence has turned out to be wrong as a matter of fact and therefore arguably, would now be wrong as a matter of law if carried out. We can say this because of the lived experience of Chan and Sukumaran since sentencing.

In short, while they are guilty of the offence for which they were surrendered by an unthinking Australian Federal Police, they have proved the judges' assessment of their human worth to be grievously wrong.

By definition, jurisdictions retaining the death penalty believe some crimes are so serious that the perpetrators are beyond redemption and are of zero human value. Capital punishment is thus, just that – the ultimate and irrevocable sanction of deletion from existence.

No possibility of repentance, corrective behaviour, or any future contribution is contemplated. Indeed, the conclusion is that the crimes are so serious and the perpetrators so fundamentally flawed, that no rehabilitation is even possible.

This is where the court's original decision on February 14, 2006 was wrong as a matter of fact. Irrespective of how it came about, the reality is that at the moment of writing this piece, Chan and Sukumaran are not merely alive but have emerged as massively improved people – products of their own moral growth, unexpected inner resources, and perhaps even the unintended positive consequences of the Indonesian correctional system.

However unlikely, their profound moral and social rebirth is no longer a matter of the 2006 court's conjecture. A decade on, their improvement has become undeniable, observable fact rendering previous assumptions about this life-or-death prediction, completely worthless. What authorities could not know then, they cannot claim to be unaware of now.

Whether by good luck or design, the judicial arm and the executive arm (the Attorney-General and the President) now have custody of facts not available to the court in 2006 when the decision to end the Australians' lives was handed down.

This consideration is quite apart from the President's unexplained failure to read each clemency application separately as required by law, and the urgent but untested allegation of corruption at the initial trial going to the very question of the death penalty.
.

terça-feira, 28 de abril de 2015

"Tonight you will kill two good men, my friends": Ben Quilty's message to Widodo

,


The Sydney Morning Herald - 28 April 2015

Australian artist Ben Quilty has been integral to the "I Stand for Mercy" fighting for clemency on behalf of Andrew Chan and Myuran Sukumaran, and an end to the death penalty internationally.

But Quilty is also a man pain tonight knowing his friends Andrew and Myuran will likely be dead tomorrow. Killed by an Indonesian firing squad.

He posted this messgae to Indonesian President Widodo earlier today. "Joko Widodo tonight you will kill two good men, my friends. I want you to know that you may take their freedom and their lives, you may rob their fellow inmates of the support and love that both men have offered and provided for so long, you can turn off Myu's imagination but you will never kill the memory of them.

"I have promised Myu and Andrew, their parents and their siblings, that I will fight against the death penalty for the rest of my life.

"I can also assure you that Myu and Andrew will care for the other inmates you will execute tonight. The six men and one young woman from the Philippines, Ghana, Brazil and Nigeria will have two constant, calming and compassionate voices beside them right until the last second.

"Myuran will continue to translate your executioner's words into English for Mary Jane Veloso and Andrew will calm and console. I know that before the sound of your guns the island will hear the comforting whisper of Myuran Sukumaran and Andrew Chan."
.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Dom Basílio do Nascimento: COC tem de prender depressa Mauk Moruk

.

Jornal Nacional Diário - 27 de abril de 2015 - Tradução de Timor Hau Nian Doben

O bispo da Diocese de Baucau, Dom Basílio do Nascimento, instou ao Comando Operacional Conjunto (COC) para prenderem depressa Mauk Moruk e o seu grupo, porque neste momento o povo do município de Baucau já sofreu muito.

Dom Basílio afirmou, que o que o povo do município de Baucau lamento é o facto de eles não se poderem mexer, por causa desta operação.

"Eles têm de arranjar uma maneira de os prender depressa, para o povo poder circular à vontade. Esta situação faz com que o povo não consiga fazer as suas tarefas para viver", disse Dom Basílio do Nascimento, no Palácio do Governo, na passada sexta-feira, após um encontro com o primeiro-ministro Rui Araújo.

Dom Basílio disse que, esta situação assim, eles têm de controlar mesmo, mas esta operação foi efetuada há já um mês e o povo sente que já é demais, quando é que os capturam mesmo?

Dom Basílio afirmou que ele também lamenta muito as ações do Comando da Operação Conjunta, porque eles (COC) estragaram as coisas do povo, e bateram na população que não sabe de nada.

"As coisas do povo, como portas, janelas, panelas, pratos e mais outras coisas o COC pontapeou até ficarem em pedaços, quando eles passaram revista às casas. Dom Basílio esclareceu que o povo do Município de Baucau, neste momento não se pode mexer para ir trabalhar, porque às cinco horas eles têm de estar já dentro de casa.

Dom Basílio disse que estava muito triste com esta situação, porque muitas vezes o povo pequeno (inocente) faz-lhe queixas relativamente aos atos da COC.

"Os catequistas apresentaram queixa a mim e um membro da Diocese e também para a Comissão da Justiça e Paz, para investigarem. E eu disse a eles que, quando as coisas acontecem desta maneira, tem de se andar para a frente, através dos canais que existem, para que estes acontecimentos cheguem ao topo", disse Dom Basílio.tap
.

Dom Basilio do Nascimento: “KOK Tenki Kaer Lalais Ona Mauk Moruk”

.


Jornal Nacional Diário - 27 de abril de 2015

Bispo Diocese Baucau, Dom Basilio do Nascimento, husu ba Komando Operasaun Konjunta (KOK) atu kaer lalais Mauk Moruk ho nia grupu, tanba oras ne’e dadauk povu iha Municipiu Baucau, terus liu ona.

Dom Basilio dehan, buat ne’ebé maka povu iha Municipiu Baucau nian ne’eba lamenta ne’e, tanba sira ladun bok an, tanba operasaun ne’e.

“Sira tenki buka atu kaer lalais, atu povu mós bele la’o avontade. Situasaun ne’e halo povu la’o atu buka moris ladiak,”dehan Dom Basilio do Nacimentu iha Palacio Governu, Sesta (24/4), hafoin hasoru malu ho Primeiru Ministru Rui Maria de Araújo.

Dom Basilio hatutan, situasaun hanesan ne’e, sira tenki kontrola duni, maibé operasaun ne’e, lao durante fulan ida ona, no povu sira mós senti katak, buat ne’e demais ona, baihira maka kaer los. Dom Basilio dehan, nia mós lamenta tebés ho hahalok Komando Operasaun Konjunta nian, tanba estraga povu nia sasan, no baku povu ne’ebé maka lahatene buat ida.

Povu sira nia sasan, hanesan odamatan, janela, sanan, bikan no buat seluk tan maka KOK tebe rahun, wainhira pasa revista tama sai uma. Dom Basilio esklarese, povu iha Municipiu Baucau, dadauk ne’e labele bok an atu buka sira moris lor-loron, tanba tuku lima lokraik deit, sira tenki sulan ona iha sira nia uma laran.

Dom Basilio dehan, nia triste tebes ho situasaun ida ne’e, tanba dala barak ona povu ki’ik sira ba hato’o keixa ba nia, relasiona ho hahalok KOK nian.

 “Katekista sira hato’o keixa mai hau, no membru Diocese nian, ba komisaun Justisa e paz mós, ba halo investigasaun hodi hare. i hau dehan ba sira katak, kuandu iha sasan hanesan ne’e, tenki buka atu halo ba oin, liu husi kanais sira ne’ebé maka iha atu buat hirak ne’e, bele to’o iha leten ba,”tenik Dom Basilio.tap .
,

Resolve problema Mauk Moruk husi dalan justisa no politika

.

Opiniaun Husi : Alfredo Pinto Gonçalves

Opiniaun Publiku pro no kontra ba situasaun ohin loron lori povu nia hanoin ba parte parte, Mauk Moruk mosu hodi koalia Injustica, korupsaun,kolusaun, nepotismu,abuzu poder, mal administrasaun no seluk tan, nune parte seluk hanesa ukun nain nebe lidera hosi Xanana Gusmao buka mos meus seluk hodi defende dignidade pessoal no Governu.

Resolusaun nebe produs hosi Governu kontinua lao tuir saida maka parte Governu hakarak, Cek Point ba kartao Eleitoral, iha dalan-dalan, iha Toos laran, natar laran, ate bandu labele tur iha baranda oin kontinua lao, Policia no Forca kontinua kumpri ORDEM husi Governu hodi implementa, povu kiik no kiak kontinua sai targetu ba operasaun, tamba KOK deskonvia Povu hola parte iha Mauk Moruk nia politika, hanesa ita nia Komisariu Policia hateten katak devisil para kaptura MAUK MORUK tamba popolasaun la kolabora.

Resolusaun, tebes duni hodi resolve Problema? Sim ne bele ”mais ida nee tuir Governantes sira nia espektativa deit”, Governu gasta 2 Milliaun hodi buka dalan ba kaer ema nebe kontra sira,ita hatene katak RDTL nasaun 1 husi nasaun barak ke adapta no fiar ba Konstruksaun demokrasia nebe mundu hakarak, no demokrasia dalan ikus ba Timor Leste hodi uja hanesa prinsipiu ba ukun no moris.

Demokrasia mos hanorin nia ATAN sira hodi halo kritika ba governantes ou ukun nain tuir dalan ke iha!mais tamba saida dalan ne Governantes sira lasimu...duvidas hela duvidas...operasaunuja forca mak uniku solusaun hasoru kritiku nain sira.

Operasaun KOK kontinua lao fatin-fatin mais realidade operasaun ne rasik la hatudu mudanca boot ba situasaun rai laran, ita lahatene los se mak Targetu ba Operasaun nee rasik, Governu dehan operasaun ne ho objective ba kaer Mauk Moruk mais nu fin Povu mak terus, kauza ke hanesa tempo INDONESIA MAIS PIOR LIU.

Ita lahatene bainhira los mak povu bele kore an husi intimidasaun fiziku no mental nebe governu rasik kria hasoru nia povu.

Fulan ida ramata, KOK ladauk apresenta Mauk Moruk iha Tribunal,Failha no Failha mais Povu nia Oasan kontinua Gasta, Modelu HAMAUS no Hatauk KOK uja hotu ona mais la hatudu finishing ke diak, husi perspektiva militaru, Karik Grupu KRM-Fretilin Movimentu mos Armadu saida Los mak akontece, apakah ita nia rai nee tengki hanesa mos Nasaun Afrika sira? Lae.

GOVERNANTES SIRA hakarak Mauk Moruk ba hatan iha Justica, DEFISIL BOOT NO TEBES, durante Fula n 9 Mauk Moruk ba hela Iha kadeia/Prizaun no ikus hetan liberdade husi Tribunal rasik, tanba saida Mauk Moruk ba hela iha Kadeia?Ema sala laek,laiha sala tengki ba kumpri desijaun nee, agora nia livre tamba saida nia tengki ba fiar JUSTISA HIRAK NEE?

Para ona halo propaganda hasoru povu, se Governu hakarak Mauk Moruk ba hatan iha Justisa/Tribunal nia oin, oinsa ho kadeia fulan 9 kazke Mauk Moruk simu,iha kazu primeiru ita nia Justica rasik mak hanorin ema hotu hodi la fiar JUSTICA iha ita nia rai, AGORA GOVERNU KONTINUA EZIZI MAUK BA hatan iha Tribunal! Ikus liu hau ata hakarak HUSU BA GOVERNANTES SIRA; JUSTICA IDA NEBE MAK MAUK MORUK BELE FIAR.?LAIHA ONA.

Uniku Solusaun desijaun Politika Molok Tarde!!!!!

Viva Assuwain Falintil!!!
.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

KOWBOY NIA ALIN NO SOBRINHU SIRA ENTREGA AAN HORSEIK

.

Timor Hau Nian Doben - 23 de abril de 2015

Tuir Timor Hau Nian Doben membru ida iha Baucau, ema nain nen, hotu Kowboy ninia familia, entrega aan ba Komandu Operasaun Konjunta horseik.

"Kowboy nia alin no subrinhu sira hamutuk nain nen mak ba entrega aan tan. Horseik Policia Militar mak tula sira hodi lori ba lori ona ba Baucau, agora sira hotu iha sela inklui Kowboy nia alin ida. Tanba Kowboy mak aviza sira tun ba. Maibe sira nain nen ne'e nia alin no hotu subrinhu sira." dehan.

Porta-voz Konsellu Revolusaun Maubere- Fretilin Movimentu (KRM-FM), Xabilako, dehan ba blog ne'e foin lalais katak ema polisia kaer sira la halo parte lista kapturasaun tribunal nian.

"Sira ne'ebé entrega aan, ne'e povu inosente la pertense ba mandatu kapturasaun tribunal nian. Ema 12 deit mak tribunal foo orden kapturasaun, ida mak Kowboy, ema 11 seidauk kaer to'o agora", esplika Xabilako.
.
Segunda-feira liu ba, membru prinsipal husi KRM-FM, Kowboy, entrega aan ba autoridades tanba nia tanba moras todan.

Tuir veteranu ida, nia dehan ba Timor Hau Nian Dobek katak Kowboy iha Polisia Militar nia liman no veteranus barak akompanha nia.

"Agora Kowboy iha forsa nia liman,Policia Miilitar.Ne'e seguru no diak, tamba veteranus barak mak ba akompanha nia no eis Falintil mos akompanha nia", dehan.

Timor Hau Nian Doben foin simu notisia ida tan no dehan katak membru KRM-FM, Siri-Laku, mos entrega aan ona, maibe ami presiza konfirma oituan tan informasau ida ne'e, tanba seidauk klaru.
.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

KOWBOY ENTREGA AAN TANBA NIA MORAS TODAN

.

Timor Hau Nian Doben - 22 de abril 2015

Tuir informasaun Timor Hau Nian Doben simu, membru ida hosi Konsellu Revolusaun Maubere - Fretilin Movimentu (KRM-FM), Kowboy,  segunda-feira nia entrega aan ba autoridades tanba moras todan.

"Kowboy mak entrega aan segunda-feira tuku 11 kalan tanba nia moras", dehan porta-voz KRM-FM nian, Xabilako,  ba blog ne'e foin lalais.

 Xabilako haktuir ba blog ne'e katak Kowboy moras no presiza hetan tratamentu ba nia saúde.

"Kowboy moras  no tun ba vila atu bele halo tratamentu ba nia saúde laos rende ba rezolusaun ilegal ka governasaun Rui nian.Revolusaun kontinua lao no eziste nafatin hodi kore dependensia no sistema tasi balun", dehan Xabilako.

Fonte seluk dehan mai ami ke Kowboy oras ne'e nia iha sela nia laran no polisia militar mak halo vijilansia ba nia.

Membru Timor Hau Nian Doben ida iha Baucau, nian dehan katak Komandu Operasaun Konjunta sei halo operasaun ka serku korente hasoru Mauk Moruk ho nia membru iha Laga, Baguia no Kelikai no laiha tan negosiasaun, sira agora ba uza forsa makaas hasoru KRM-FM.
,

terça-feira, 21 de abril de 2015

Alkatiri: “Orsamentu ba Oecusse La Sufisiente”, Politiku Labele Koalia Arbiru

.

 SUARA TIMOR LOROSAE - Joseph Koa

AMBENO – Prezidente Autoridade Rejiaun Adminis­trativa Espesial Oecusse-Am­beno, Dr. Mari Alkatiri hateten, Orsamentu nebe aloka husi Orsamentu Jeral do Estadu ba programa pilotu Zona Espesial Ekonomia Sosial Merkadoria Timor Leste (ZEESM-TL) la sufisiente atu halao dezem­volvimentu.

Realidade iha projeitu barazen Tono ho montante osan U$ 11 Milloins maibe realide husi Ministeriu Agrikultura Nasional aloka deit osan U$ 1 Miliaun ba Gabinete Autoridade Oecusse.

Kestaun nee Alkatiri kestiona iha Suco Lifau Aldeia Oe-molo iha komemorasaun loron kampu ba agrikultor iha Oecusse, Kinta (16/04/2015), responde politiku sira nia intervensaun ba Oecusse katak osamentu ba rejiaun Oecusse boot liu.

Nia hatutan, politiku nain sira iha nasaun ida nee, gosta atu kritika deit maibe atu implea­menta buat ruma, la susesu.

“Ita foin maka atu implementa buat ruma iha Oecusse, sira gosta deit maka garganta mamuk, ida nee halo nusa. Sira nebe koalia dehan orsamentu ba Oecusse laiha transparensia, sujere atu lori deit ba iha Komisaun Anti Korupsaun (KAK), lori ba iha Tribunal ka iha nebe deit, hau prontu para atu ba hatan. Hau lakohi koalia halimar ho ema nebe gosta deit kritika ba instituisaun ka ba autoridade. Ema nebe gosta deit atu kritika, hau lakohi koalia halimar ho sira. Sira dehan iha diskri­minimasaun, sira bele lao ba mundu tomak. Porezemplu iha Indonesia, sira bele haree zona espesial ekonomiku sosial Indonesia, sira investe osan hira, depois simu fali hira, nee maka sira tenke hatene,” tenik Alkatiri.


Nia esplika, “problema ita nia ema iha Timor-Leste dehan sira matenek liu, maibe sira la hatene halo buat ida. Kuandu ita halo maka sira kritika, maibe sira nunka halo buat ida ba sira nia vida. Kuandu ita halo, sira kritika, hau lakohi hatete A, B, C, maibe hau hatene katak Amu Martinho Gusmão Martins mos ema ida, nebe ida nee hau temi kedas ninia naran”.

Kona-ba orsamentu jeral do estadu nebe aloka mai Oecusse, Alkatiri responde katak alokasaun orsamentu estadu mai Oecusse la too tan para atu selu saida maka atu halo dadauk iha Oecusse, la too metade. Ema koalia nee nar-naran deit, Governu rasik hatene katak osan nee la to’o. Komu lakohi aumen­ta orsamentu, entaun aguenta lai, maibe osan la too.

“Projetu aeroportu, estradas, ponte prontu ona, maibe osan ba Barazen Tono, hau simu husi Governu sentral ninia orsamentu U$ 11 millaun ital, entrega mai hau U$ 1 millaun, ida nee mak dehan osan boot? Koalia tenke buka hatene uluk, tanba nee maka hau la liga, ema koalia nar-naran deit, hau la liga,” nia hateten.

Alende nee Jose Koa nudar joventude Oecusse haree katak, osan mai Oecusse boot mas realidade atu rezolve deit popu­lasaun sira nia rai, uma no plantasaun, ate agora seidauk bele hetan resposta pozitivu atu fo indimizasaun ka lae.

“Hau hanoin, preokupasaun ami nia Prezidente Autoridade katak osan mai Oecusse la to’o, ida nee bele masuk akal, tanba realidade, komunidade sira nia rai, uma no plantasaun nebe hetan afetadu husi programa pilotu infra-estrutura estrada, ate agora, kontraktor sira hamos estrada ninin ho plantasaun komunidade Oecusse nian, maibe uma maka seidauk sobu. Karik osan ba ganti-rugi maka seidauk iha, tanba nee, foin dadauk prezidente autoridade liu husi sorumutuk ho komunidade nebe afetadu ba projeitu pilotu Oecusse iha eis SERAO dehan atu halo fali uma foun maibe realidade komu­nidade komesa han dadaun rai rahun, rai manas tanba sira nia uma oin iha estrada komesa sobu ona,” nia hateten.

Nunee mos Jose T. Suni nudar komunidade Oetulu preo­kupa ho dezemvolvementu durante nee, so laiha analiza ida nebe ke klean atu bele justifika dezem­volvimentu ida nebe ke ema mehi. Mehi boot liu duke rai oecusse nia luan, diak liu dezemvolve lai ho buat sira kiik maka foin ba too buat boot.
 .

Estadu Estraga Osan Milaun 2 ba Operasaun Konjunta

.

Suara Timor Lorosae - João Anibal - Domingas Gomes

DILI - Estadu aloka osan Millaun 2 ba Falintil-Forsa Defeza Timor-Leste (F-FDTL) ho Polisia Nasional Timor-Leste (PNTL) hodi halao operasaun konjunta ba Mauk Moruk ho nia grupu, maibe osan nee estraga deit, tanba operasaun nee too agora laiha rezultadu.

“Operasaun HANITA halao husi forsa rua, hasoru grupu kriminozu nebe lidera husi Paulino Gama alias Mauk Moruk. Kuaze fulan ida ona maibe laiha rezultadu, tanba seidauk kaptura Mauk Moruk ho nia elementus importante. Ida nee hatudu katak operasaun la seriu no estraga osan estadu nian deit,” katak Akademiku Evangelino da Costa Hornay ba STL iha Kam­pus Universidade Dili (UN­DIL), Sabadu (18/04/2015).

Nia hanoin, operasaun hasoru grupu kriminozu nebe lidera husi Mauk moruk, husi parte akademiku sira deskonfia iha politika foer, tanba nee too agora seidauk deit kaptura Mauk Moruk ho nia elementus importante sira nee. Forsa sira ba kaptura fali povu sira nebe laiha sala, hodi halo troturasaun, nee hatudu katak forsa sira kontinua kontra direitus umanus.

Akademiku nee mos haree katak, semana-semana koman­dante husi forsa rua sempre hatoo relatoriu opersaun nia ba Governu, maibe hanesan deit, tanba implementasaun opera­saun iha terrenu zero.
,
Iha parte seluk, Deputadu Bankada CNRT, Cesar Valente dehan, publiku tenke hatene no tetu didiak katak, osan 2 Milloens aloka ba operasaun konjunta ba ema sira nebe gosta halo krime nee, laos osan nee PNTL ho F-FDTL halo fali sira nia projetu ka estraga nee laloos.

“Hau hanoin ita tenke analiza didiak osan nee too ka lae ba forsa rihun ida resin nee atu uza durante fulan ida nia laran. Tanba osan nee tama hotu iha hahan nebe sira han hodi halo operasaun konjunta ba grupu CRM ho Mauk Moruk. Osan nee sei uza durante fulan ida tomak iha terrenu, tan nee bainhira atu halo protesta ba osan nee, maka tenke tetu,” dehan Cesar.

Nunee mos Deputadu João Adrino hateten, forsa sira nee fo sira nia aan ba mate, tanba nee osan nebe Governu fasilita ba sira nee sura hotu sira nia hahan, dader, meudia no kalan. Dalaruma sira mos la hetan perdiam tan karik, tan nee labele kritika malu, buat hotu entrega ba forsa sira.

KOK Tenke Respeita Padraun Direitus Umanus

Relasiona ho violasaun nebe akontese iha operasaun KOK nia laran, Provedoria Direitus Humanus no Justisa (PDHJ) husu ba KOK atu respeita padraun direitus umanus.

Provedor Silverio Pinto Baptista husu ba KOK atu respeita artigu 34 no artigu 147 (2) Konstituisaun RDTL no prinsipiu padraun direitus umanus internasional nebe estadu Timor ratifika ona. Restaura prosesu investi­gasaun ba rezaltadu monito­rizasaun husi PDHJ para bele fo sansaun tuir regras no prosidementu neebe maka iha ona.

Ho ida nee PDHJ husu ba KOK atu estabele lalais meka­nizmu simu kesar husi komu­nidade hasoru operasaun KOK, karik iha terrenu hamosu violasaun direitus humanus. Husu ba KOK atu fo ordem ba ajente no soldadu sira katak operasaun nee tenke halo tuir regras empeñamentu no respeita direitus umanus.
Tanba iha tempu oin mai (futuru) PNTL no F-FDTL dalaruma sei simu knaar misaun ONU nian ba halo misaun dame no paz nian iha nasaun seluk, neebe tenke res­peita mos ba direitus umanus. Tanba nee maka operasaun iha rain laran rasik tenke hatudu hahalok respeita ba direitus umanus.

Nia hatutan, KOK presiza fo asesu nomos seguransa ba instituiasun PDHJ, Sosiadade Sivil nomos jornalista sira iha terrenu hodi garante katak atuasaun KOK nian la hamosu Violasaun Direitus Umanus.

Nia husu atu Komando Operasaun, Ministro Defeza no Ministro Seguransa atu foti medidas neebe adekuadu no transparensia ba lalaok operasaun konjunta iha terrenu.

Alende nee Komandante Jeral PNTL, Komisario Julio Hornai rejeita informasaun katak Polisia Bataliaun Ordem Publiko (BOP) Baucau lori kilat tiru jovem nain rua ho motor nia roda. Tanba kartus musan la kona roda maibe kona fali alktaraun depois alkataraun katik hodi hakanek joven nai rua nee.

“Nee laos kilat musan maka kona, kuandu kilat musan kona dereita o nia ain hanesan nee o la aproveita, jadi laos kilat musan maka kona mais kilat musan kona aspal, nee maka aspal nee sai ba hodi kona-ba fali ninia ain sira nee hodi halo ninia ain nee mean-mean, so kanek ida deit,” esplika Komisario Julio.

Nia haktuir, akonte­sementu nee por volta tuku 6 lorokraik husi joven sira nebe maka iha Baucau. Atividade tarikan nee laos foin maka primeiraves joven sira halo maibe bebeik ona halo asaun ho atividade tarikan motor nee iha dalan publiku nebe maka laos fatin ba halo atividade tarikan motor, nunee hodi impede movimentu trans­porte publiku no komunidade sira maka liu husi area Baucau.

“Atividade tarikan nee akontese iha tempu neebe ­operasaun KOK ida iha Baucau kona-ba atividade sira neebe maka akontese iha Baucau neebe maka obriga Governu atu foti medidas totelares ba asaun refere,” tenik Julio
.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Operação SANITA termina amanhã sem sucesso -Timorenses mais pobres dois milhões de dólares

.

Timor Hau Nian Doben - 20 de abril de 2015

A operação policial e militar para capturar Mauk Moruk e os seus homens, termina amanhã, sem sucesso, e custou ao Estado timorense dois milhões de dólares, informou o jornal Suara Timor Lorosae.

Porém, os deputados ao Parlamento Nacional apelaram ao povo para não se preocupar com o dinheiro e querem prolongar por mais tempo esta operação conjunta , que engloba a Força de Defesa de Timor-Leste e a Polícia Nacional de Timor-Leste, e que tem o nome de código SANITA , para garantir a "estabilidade" no país.

"Eu acho que o grupo Mauk Moruk são poucas pessoas, mas existe alguns interesses de estragarem a nação, por isso é que é difícil nós lhes capturarmos, porque este grupo é ajudado pela nossa comunidade, alguns intelectuais e empresários, por isso é que é difícil apanharmos-lhes porque este grupo está com sede do poder", disse o deputado César Valente ao citado jornal.

O Timor Hau Nian Doben acabou de contactar o porta-voz do Conselho de Revolução Maubere-Fretilin Movimento (CRM-FM), Xabilaco, e pediu uma reação ao comentário de César Valente.

Xabilaco afirmou, "Mauk Moruk quer defender o povo que deu a vida por esta independência, porque até agora não há justiça. As pessoas que nunca sonharam com a independência (autonomistas) são agora os heróis e por esta razão é que Mauk Moruk permanece firme nas suas ideias, até que a justiça seja feita".

"O CRM-FM e o seu líder Mauk Moruk não se entregam, porque a justiça está cheia de projetos políticos e a justiça em Timor-Leste é uma empresa privada de algumas pessoas. Esta operação contra nós apenas fez vítimas entre o povo inocente. A informação espalhada pela Comando Operacional Conjunto é falsa, eles dizem que capturaram os nossos homens mas eles não capturaram nenhum membro do CRM-FM, eles capturaram foi  muitas pessoas do povo que não fazem parte do CRM-FM, para justificar os milhões de dólares que gastaram à toa, este dinheiro é do povo, povo esse que vive na miséria e passa fome", disse Xabilaco há minutos ao Timor Hau Nian Doben.

Um membro deste blogue, que se encontra em Baucau, acabou de mandar uma mensagem a dizer que a operação SANITA vai continuar até quarta-feira e que será feito um cerco para capturar Mauk Moruk e os seus homens em Laga, Quelicai e Baguia, distrito de Baucau. Todavia, esta operação não foi anunciada oficialmente.

A operação SANITA causou um morto e vários feridos que se encontram em estado grave. Este blogue sabe que pelo menos três pessoas foram tratadas no hospital, por terem sido baleadas pelas forças de segurança.

O governo Timorense desmente as atrocidades cometidas pelos polícias e militares contra a população, mas um relatório da Provedoria dos Direitos Humanas e Justiça acusou o Comando da Operação Conjunta  de "violar mesmo os Direitos Humanos" em Baucau.
.

domingo, 19 de abril de 2015

Taur Matan Ruak violou a Constituição da República timorense, outra vez

.

Timor Hau Nian Doben - 19 de abril de 2015

Manuel Tilman, advogado e antigo deputado ao Parlamento Nacional, em entrevista ao CJITL, acusou o Presidente da República, Taur Matan Ruak, de ter violado o artigo 106.º da Constituição da República, ao empossar Rui Maria de Araújo como primeiro-ministro.
.
Artigo 106.º
(Nomeação)
1. O Primeiro-Ministro é indigitado pelo partido mais votado ou pela aliança de partidos com maioria parlamentar e nomeado pelo Presidente da República, ouvidos os partidos políticos representados no Parlamento Nacional.

O ex-deputado disse que Xanana Gusmão não deveria de ter nomeado Rui Maria de Araújo, como primeiro-ministro, porque o poder não pode ser alocado como se fosse um subsídio.

"Eu digo ao senhor que o poder não é um subsídio, de modo a ser distribuído para cima e para baixo. Não se podia ter feito a transição (do poder para Rui Araújo) como o Xanana Gusmão fez, dar o poder como se fosse um subsídio", disse Tilman ao CJITL.

 Manuel Tilman teceu ainda fortes criticas a Ramos-Horta, Xanana Gusmão e a Mari Alkatiri afirmando que os três estão a fazer com que o Estado timorense esteja "gravemente doente".

"O Dr. Ramos-Horta, o nosso irmão Xanana Gusmão e o Dr. Mari fazem combinações e este Estado está gravemente doente. Eu não sei se o Dr. Mari quando assume o cargo no ZEESM se ele faz a suspensão do cargo dele no Parlamento ou não? E quando ele assume outra vez funções no Parlamento, ele suspende o cargo no ZEESM ou não? E porquê que para criar a comissão para o Mar de Timor se teve de esperar pelo Ramos-Horta?", afirmou.

Relativamente à violação dos preceitos constitucionais por parte de Taur Matan Ruak, o Timor Hau Nian Doben atesta que não é a primeira vez que o Chefe de Estado viola a Constituição da República de Timor Leste.

Logo após ter tomado posse, Matan Ruak viajou para o Vaticano, na companhia da sua mulher e mais alguns funcionários da Presidência da República, sem ter pedido a autorização do Parlamento Nacional ou da Comissão Permanente. De acordo com a Lei Fundamental do país, o Chefe de Estado perdeu o cargo.  

Artigo 80.º
(Ausência)
1. O Presidente da República não pode ausentar-se do território nacional sem prévio consentimento do Parlamento Nacional ou, não estando este reunido, da sua Comissão Permanente.
2. O não cumprimento do disposto no n.º 1 do presente artigo determina a perda do cargo, nos termos do disposto no artigo anterior.

O mandato de Taur Matan Ruak tem gerado muita controvérsia, e há quem o acuse de não ter feito nada do que prometeu durante a campanha eleitoral. Concretamente no combate à corrupção, que foi a bandeira da sua campanha e falhou irrefutavelmente quando libertou a antiga ministra da Justiça, Lúcia Lobato, que foi condenada a uma pena de prisão de cinco anos, pelo crime de participação económica em negócio. Ruak manipulou a lei para indultar, uma vez que Lobato não reunia os requisitos estipulados na lei para ser indultada.

"Eles fazem da lei o que querem, violar a lei é normal para eles", disse há momentos um leitor deste blogue.
.

Prezidente Republika Viola Konstituisaun

.

CJITL- Júlio Gil da Silva Guterres

Tuir Tilman, rezultado eleisaun 2012 lori Timor Leste ba moras todan tamba nasaun sabraut no ema hotu la hatene ukun tuir konstituisaun. “Prezidente Republika Taur Matan Ruak halo sala bo’ot ida hodi kontra artigu 106 konstitusaun da Republika konaba formasaun governu ninian.” Tilman hateten hodi refere ba mudansa  V governu ba VI governu.

“Dr. Ramos Horta, Maun Bo’ot Xanana Gusmao ho Dr. Mari sira futu lia halo estado ne’e moras todan, hau la hatene Dr. Mari ne’e bainhira ba tur iha ZEEMS ne’e halo suspensaun ba nia kargu iha parlamentu ka lae, no bainhira ba fali Parlamentu halo mos suspensaun iha ZEEMS ka lae, no tamba sa atu hari komisaun tasi timor tenki hein Jose Ramos Horta” Manuel kestiona legitimidade sira.

“Hau dehan ba ita bo’ot poder ne’e la’os subsidiu hodi naran fo tun fo sa’e deit, labele halo tranzisaun ida hanesan Xanana Gusmao nian hodi fahe poder ne’e hanesan fali subsidiu” Eis Deputado Parlementar Governu Portuguese ne’e komenta situasaun nomeisaun Rui Araujo ba kargu Primeiru Ministru.

“Xanana ho Mari hakarak halo Oekusi hanesan ZEEMS DUBAI maibe sira na’in rua kahur sistema governasaun arbiru deit, Oekuse dehan katak Municipiu mos, depois agora mari ba sai tan prezidente autoridade, se nune’e jestor municipal la folin iha administrasaun governu Oekusi nian, hasai tiha temi los deit ZEEMS, maske nune’e Dr. Mari hau admira no hau apoiu nafatin.” Tilman halo kritika.

Situasaun iha apartementu ne’ebe ho temperatura AC ne’ebe a’as ne’e sai manas liu fali no kosar bainhira lori d’ok tan oitoan ami nia konversa konaba istoria bainhira TILMAN – ALKATIRI-XANANA – HORTA halo sira nia istoria funu nian hodi transforma sira nia mehi ukun an nian. “Hau nia mehi mos hanesan Xanana Gusmao nia mehi, katak Timor Leste bainhira ukun an tenki sai hanesan uma ida ne’ebe nakonu ho aifunan ne’ebe matak nia jardim katak bem estar povu nian, uluk hau mak fo naran CNRT ne’e ba nia bainhira ami konsulta malu, maiba CNRT ida rezistensia la’os CNRT ida agora.”
.

sábado, 18 de abril de 2015

Operação COC viola Direitos Humanos - Tiros, agressões e pontapés contra a população

,

Timor Hau Nian Doben - 18 de abril de 2015

A Provedoria dos Direitos Humanos e Justiça (PDHJ) acusou o Comando da Operação Conjunta (COC) de "violar mesmo os Direitos Humanos" em Baucau, noticiou hoje o jornal Suara Timor Lorosae.

De acordo com o Provedor da Justiça, Silvério Pinto Batista, o resultado das observações desta organização, apontam que foram cometidas violações dos Direitos Humanos, desde que as operações do COC começaram, em 23 de março.

Em declarações ao referido periódico, Pinto Batista disse que:
.
"No dia 11 de março de 2015, a Polícia Nacional de Timor-Leste agrediu pessoas com as iniciais, AM, TSM e CCB durante o processo de captura. Estas pessoas foram agredidas (bateram), foram pontapeadas por alguns membros da PNTL até sangrarem. No dia 2 de abril de 2015, a COC baleou duas pessoas, uma com inicial AF estava a encher gasolina na mota e foi alvejado a tiro. E de acordo com informações recebidas pela PDHJ, NM foi também baleado porque estas duas pessoas estavam a andar com muita força de mota, em Baucau Vila. No dia 7 de abril de 2015, a COC agrediu duas pessoas com inicias DC e ADC. Estas duas pessoa foram agredidas e pontapeadas pela COC e puseram uma  arma no peito deles. Estas duas pessoas não foram sujeitas a tratamento médico. No dia 8 de abril, a COC baleou a tiro uma pessoa, MDC, e esta pessoa está internada no Hospital de Baucau, até agora a PDHJ ainda não pôde entrevistar porque o COC não autorizou, alegando que se encontra em processo de investigação".

São muitas as informações que chegam diariamente ao Timor Hau Nian Doben, alegando verdadeiras atrocidades cometidas pela polícia e pelos militares contra a população, na área de Baucau, porém, ainda estão a ser investigadas a veracidade das notícias que nos chegam, pelos colaboradores deste blogue.

Apesar de haver sérias alegações de maus-tratos, intimidações e ameaças à população nas zonas de conflito, em Baucau, o primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo, nega ter havido abusos por parte das autoridades. Em declarações à agência Lusa no dia 10 de abril, o chefe do executivo rejeitou que " houve tiroteios".  

"Não houve tiroteios. Houve um encontro com os fugitivos e por não acatarem a ordem da polícia, os agentes dispararam e houve uma pessoa ferida, que levou um tiro no pé. Isso está perfeitamente dentro das regras de empenhamento até agora", afirmou.

Como afirmou um membro deste blogue em Baucau, "Rui Araújo ainda está muito verde, ele não passa de um boneco do Xanana Gusmão e claro que vai dizer que a atuação da policia e da F-FDTL está acordo com as regras. O povo não o elegeu e já está a trai-lo? Rui Araújo é uma marioneta do Alkatiri e do Xanana, não tem pensamento próprio. É uma pena. Porquê que ele não tenta saber a verdade, alguns assessores dele sabem tudo sobre estas agressões criminosas contra o povo inocente em Baucau. Ele também gosta é de show e fazer política no Facebook"

Existem alegações de que a operação para capturar Mauk Moruk com o nome de código SANITA causou um morto também, embora os responsáveis pela SANITA digam que não tenha morrido ninguém nos confrontos ocorridos.

Segundo uma fonte deste blogue, "O nome do defunto é Mário Filipe, 40 anos, da aldeia de Boleha, suco de Sova. Morreu no dia 09 de abril, em Asananu, estava desarmado".

"Foi a PNTL que o matou. O corpo do morto já foi evacuado para Baucau, e existem planos para o levarem para Díli para fazer a autópsia, mas o corpo já está muito decomposto. Mas não sabemos mais porque a F-FDTL e a PNTL não permitem os civis nem os jornalistas de chegarem perto", disse.

Relacionado: TRÊS JOVENS BALEADOS ONTEM PELA POLÍCIA EM BAUCAU
.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Vicente Guterres pode ser julgado sem levantamento da imunidade

.

Timor Hau Nian Doben- 15 de abril de 2015

O Presidente do Tribunal de Recurso, Guilhermino Silva, afirmou hoje ao jornal Suara Timor Lorosae, que para Vicente Guterres ser julgado, não é necessário que o Parlamento Nacional (PN) lhe retire a imunidade, porque o crime de que é acusado incorre numa pena de prisão maior de dois anos.

De acordo com Guilhermino Silva, "o crime cometido pelo Presidente do Parlamento Nacional, Vicente Guterres, é o de participação económica em negocio e de acordo com o artigo 299.º do Código Penal, este crime incorre numa pena pena de prisão entre dois e oito anos".

Porém, o Presidente do Tribunal de Recurso afirmou que é da opinião de que o PN deveria retirar a imunidade a Vicente Guterres.

"Mas de acordo com o Presidente do Tribunal de Recurso, ele pensa que seria melhor que o hemiciclo voluntariamente retirasse a imunidade, de acordo com esta situação concreta, demonstra que querem colaborar, agora se não querem colaborar, se querem impedir a justiça e que se ande devagar, deixem assim", noticiou o citado jornal.

O diretor da Organização Não Governamental Luta Hamutuk, Mericio Acara, acusou hoje os deputados ao Parlamento Nacional de não "terem um compromisso para lutar contra a corrupção, pois, a lei anticorrupção encontra-se já em cima da mesa do PN e até agora ainda foi discutida".

"O Parlamento Nacional tem de ter um compromisso, porque começando no Presidente da República e acabando no povo existe um compromisso para combater a corrupção, mas nós observamos que o Governo e o Parlamento Nacional não estão comprometidos em combater a corrupção, porque eles apenas fazem declarações politicas mas na pratica não há nenhum compromisso",declarou Mericio Akara ao mesmo jornal. 
.

terça-feira, 14 de abril de 2015

A QUEM INTERESSA A DETENÇÃO DE TIAGO GUERRA?

.

Zizi Pedruco

Em primeiro lugar gostaria de informar aos queridos leitores que não estou  aqui a advogar a inocência ou a culpabilidade do cidadão português, Tiago Guerra, que se encontra detido preventivamente sem nenhuma acusação formal, na cadeia de Becora, arredores de Díli, desde outubro do ano passado.

Quando Tiago Guerra foi detido, pouca simpatia suscitou por parte do Timor Hau Nian Doben, o "crime era grave" - branqueamento de capitais, foi mais um "malae" a roubar os timorenses, pensamos.

Todavia, com o passar dos meses, decidimos investigar e obter informações junto de pessoas que têm conhecimento do processo judicial em causa, e as revelações não podiam ser mais assustadoras. A todos aqueles que inquirimos, a resposta tem sido sempre a mesma, Tiago está preso para encobrir os crimes de alguém, o nome de duas pessoas aparecem sempre. Não estamos por enquanto autorizados a revelar o nome daqueles que alegadamente estão interessados a que Tiago continue detido. Mas queridos leitores, não é difícil de perceber quem são, pensem bem...

Esta manhã falei com um criminalista que está a acompanhar o caso e fiz-lhe várias perguntas e ele perguntou-me, "A quem poderia interessar a detenção do Tiago?", eu "chutei" dois nomes, e ele disse," Pois, acho que estamos perto de juntar as pontas. Tiago sabe quem incomodou".

Parece e friso a palavra parece, que Tiago Guerra está a ser usado como um bode expiatório para acobertar os crimes de alguém. Que Tiago está a ser acusado de crimes, que supostamente não cometeu. De acordo com o citado criminalista, Tiago Guerra "É mais uma pessoa inocente na cadeia... Não é o único que se encontra preso por caprichos de corruptos que atropelam a justiça".

Na passada sexta-feira foi renovada a medida de coação, prisão preventiva, por mais seis meses. De acordo com informações apuradas por este blogue o pedido de impugnação da prisão preventiva foi negado porque, " Existem fortes indícios de que Tiago soube que estava a ser investigado no dia 09 de outubro, e que por este motivo estava a fugir", contudo, o Timor Hau Nian Doben sabe que as passagens de Tiago Guerra e da sua família foram compradas muito ANTES disso.

 Existem também alegações de que Tiago Guerra não pode sair da prisão porque poderá ter acesso à Internet e continuar os crimes de que é imputado, porque os crimes foram todos cometidos pela Internet. Mas nós sabemos também que nenhuma transferência feita pelo Tiago (do seu dinheiro, porque foi apenas o seu dinheiro que transferiu ) foi feita pela internet e sim ao balcão do banco. Não seria difícil de provar tudo isto, se houvesse honestidade e vontade de se apurar a verdade por parte das autoridades, mas não tem sido o caso. Porque será, senhores leitores?

Todos estes fatores importantes em defesa de Tiago Guerra parecem que foram completamente ignorados por quem de direito, o que suscitam sérias dúvidas de que Tiago Guerra seja julgado de uma forma imparcial e justa.

Creio que estão a violar de forma gritante e desumana a presunção de inocência, um pilar inabalável num Estado de Direito Democrático e estipulado na Constituição da República de Timor-Leste:

Artigo 34.º
(Garantias de processo criminal)
1. Todo o arguido se presume inocente até à condenação judicial definitiva.

Cabe ao tribunal apurar se Tiago é culpado ou inocente, não estamos aqui a interferir com a justiça, mas até que uma sentença transite em julgado, Tiago é inocente - presunção de inocência. É um dos pilares de um Estado de Direito Democrático e uma garantia constitucional a qualquer acusado, durante todo o processo ele tem de ser tratado como inocente. Não me parece que seja o caso do Tiago, tenho a impressão que já lhe puseram o rotulo de culpado...

O que preocupa alguns juristas que são meus amigos é o facto de ter sido aplicada a medida de coação mais grave, prisão preventiva (restrição absoluta da liberdade), quando outras medidas de coação menos severas teriam sido mais do que suficientes para este caso. A prisão preventiva foi na opinião deles desnecessária e violenta.Sem o passaporte quais seriam as chances do Tiago fugir do país, sejamos honestos meus senhores. Continuação do crime? Que crime, o que eles alegam que ele fez na Internet? Transferências? Mas Tiago Guerra diz que as transferências do seu dinheiro foram todas feitas ao balcão. Pelo menos, apenas pelo menos, vocês deveriam de ouvir o que a defesa diz, não? Sim! Não só por Tiago mas também pela credibilidade do nosso sistema judicial, que a bem da verdade, está de rastos e goza de credibilidade ZERO...

Tudo o que Tiago Guerra afirma em sua defesa é muito fácil de apurar a veracidade, porque não o fazem? Esta atitude é bizarra e incompreensível e levanta sérias suspeitas de que estão a tramar o Tiago.   

Existem pessoas que já foram constituídas arguidas, nomeadamente a antiga ministra das Finanças, Emília Pires, e o Presidente do Parlamento Nacional e nenhuma medida cautelar lhes foi aplicada, pelo contrário, passeiam-se por este mundo fora e Vicente Guterres continua a exercer funções. Os crimes de que são acusados não são menores do que aqueles que alegam que Tiago Guerra cometeu. Então, onde fica a justiça? A lei é aplicada igualmente para todos, ou não?

Queridos leitores, tenho fortes desconfianças  de que a prisão de Tiago Guerra nada tenha a ver com a justiça ou algum crime mas sim com a prepotência e a arrogância dos déspotas, dos donos do sistema judicial timorense. Até agora existem apenas alegações, mas nenhuma acusação formal foi imputada a Tiago Guerra. Até quando? Não é a primeira vez que restringem a liberdade de um individuo sem nenhuma acusação, e não será a última...As diversas declarações de preocupação que têm chegado a nós são deveras preocupantes, e apontam para uma interferência de pessoas influentes de Timor-Leste no poder judicial.

"Tenho pena do Tiago, porque o conheci, não querendo estar a defender a sua culpabilidade ou inocência quanto a prática de atos criminais. Constato que ele está a ser vítima de um corrupto que se apodera de todo o poder contra todos os princípios do direito de um estado democrático", disse fonte judicial a este blogue.

"Há dias recebi uns documentos sobre a alegada acusação do MP contra o Tiago, e fiquei agora a perceber tudo o que se passou", acrescentou.

Xanana Gusmão na noite que precedeu a detenção de Tiago Guerra esteve reunido com a Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) para discutir o caso. Estranho, não?

"A detenção de Tiago em nada teve a ver com um processo criminal em curso, mas antes uma orquestração do próprio Xanana que reuniu com a PNTL na sexta, e no sábado procedeu à detenção", acusou a mesma fonte judicial.

Eu perguntei à mesma pessoa: Então como é que Tiago se vai livrar desta trama?
"Eu acho que só contando a verdade ao mundo. Pela justiça não vão lá. De facto, o Tiago não cometeu nada do que lhe estão a acusar", disse.

O Jornal Tempo Semanal no dia 26 de outubro noticiou também que Xanana Gusmão, então primeiro-ministro, teve uma reunião de urgência com a PNTL e com as chefias para discutir este assunto.
.
"Fontes do Tempo Semanal dentro da PNTL informaram a este jornal que antes de partir para Surabaia, no inicio de outubro, o primeiro-ministro Xanana Gusmão teve uma reunião urgente e à porta fechada com a PNTL e as chefias para discutir este assunto de alegado branqueamento de capitais". 

Queridos leitores vamos lá todos ajudar a que justiça seja feita no caso de Tiago Guerra, por favor assinem esta petição, em nome da justiça.

 A intervenção do poder político no judicial foi no tempo do reinado de Xanana Gusmão,  algo que ocorria frequentemente, às descaradas, sem que o poder judicial tivesse poder para lutar contra as interferências de um dos donos de Timor-Leste, há mais donos, mas isso fica para depois...

Lembremo-nos da expulsão dos juízes internacionais e também da carta que Xanana escreveu em outubro passado, ao Presidente do Parlamento Nacional (ironicamente ele próprio arguido num processo de alegada corrupção) a solicitar o não levantamento da imunidade parlamentar dos membros do seu governo, que foram acusados de alegados crimes contra o Estado Timorense, pelo Ministério Público.

Terá sido Xanana Gusmão quem ordenou a detenção de Tiago Guerra? A quem interessa a detenção de Tiago Guerra?
,

sexta-feira, 10 de abril de 2015

MAUK MORUK HARUKA MENSAJEN IDA BA IMI HOTU

.

Timor Hau Nian Doben - 10 de abril de 2015

Husi via telefone, eis komandante Falintil, Mauk Moruk, hakarak haruka mensajen ba ema hotu-hotu  no dehan katak nia " kondisaun diak hela iha fatin seguro hamutuk ho aswain hotu kompleto".

"Maske polisia tenta kaptura hau, sira frustradu tebes tanba buka hau la hetan. Agora hau iha fatin seguro, saúde diak, no hau nia membru sira husi Konsellu Revolusaun Maubere - Fretilin Movimentu, ami seidauk hetan kapturasaun hosi Komandu Operasaun Konjunta, povu inosente mak sai vitima ba projetu rezolusaun governu ilegal Rui Araújo nian.

Hau hakarak husu ba governo ilegal hodi hapara torturasaun no intimidasaun ba ema iha Baukau area, tanba sira povu inosente la sala. Operasaun ilegal ne'e hasoru hau no hau nia membru sira, gasta mak osan povu nian arbiru de'it.

Povo sei moris iha mukit no susar nia laran, maibe  sira gasta povu nia osan hanesan sira nian. Depois sira dehan katak hau mak ema kriminozu, Nain Maromak mak sei foo julgamentu final, hau ka sira mak kriminozu? Justisa Maromak nian mak sei determina.

Hau hakarak agradese ba imi hotu ke fo imi nia suporte mai hau, no dala ida tan hau hakarak dehan katak hau iha fatin seguru, saúde diak no hau fiar katak Maromak sei tulun hau, no hau nia maun alin sira.

A LUTA CONTINUA!"
.

Arkitetu portugés sira projeta ampliasaun ba Palásiu Prezidensiál timoroan nian

.
BOSOKTÉN!!!LOHITÉN!!!
Sapo.tl -09 de abril de 2015

Empreza arkitetura portugeza ida aprezenta iha sesta-feira iha Díli projetu ampliasaun ba kompleksu Prezidensiál Repúblika Timor-Leste nian, ne'ebé aposta iha "dignidade, estabilidade no hakmatek" no kria "fatin memória ida, uluk no futuru".

Projetu ho naran Gonçalo Lencastre Arquitectos engloba ho valor euro millaun 20 resin ne'ebé destina ba "fó Prezidénsia Repúblika Timor-Leste ho fatin fíziku no dignidade ho funsionalidade" nesesáriu.

Ampliasaun hola parte Rezidénsia Prezidensiál foun no Muzeu Prezidénsia. 

Ne'e introduz iha faze, fatin foun liur no edifísiu iha rai leten ne'ebé besik sul no leste hosi kompleksu agora, uluk uza hanesan eliportu no agora instalasaun apoiu ba Prezidénsia.

Ne'e inklui rekualifikasaun no haluan estrutura hirak ne'ebé eziste ona. 

Iha projetu ne'e, esplika empreza ne'ebé manán konkursu internasionál ho emperza seluk iha mundu, sai predominante "marka istória rezisténsia no rezilénsia ne'ebé sai trasu distintivu povu Timor-Leste nian".

Aleinde transmite ideia sira "dignidade, estabilidade no solidariedade", projetu hakarak moos kria, "fatin memória, uluk no futuru" ida, ne'ebé rekoñese "akontesimentus sira ne'ebé hodi forma nasaun timorense" maibé serve hanesan moos testemuña ba jerasaun futuru sira.

Tan ne'e, projetu sei inklui Prasa Seremonial Foun iha entrada (Prasa da Parada), Memorial ida, iha sentru prasa nian, no Muzeu foun Prezidénsia ida. 


Jardin sira, prasa no pátiu sira sei iha bee espellu, ho aihoris hanesan sitronela hodi duni susuk no sistema hodi sirkula bee. 
.
Projetu ne'e bazeia ba núkleu rua - norte-sul no leste-oeste - ho entrada rua iha prinsipál, besik Avenida Nicolau Lobato, sei iha Prasa Serimonial no fatin foun sira ho asesu ba públiku: Memorial no Muzeu Prezidénsia nian.

Sul sei iha pátiu ho jardin, klaustru kuadradu ida bo'ot no núkleu edifísiu Prezidénsia ida foun tan ne'e, iha kompleksu sei organiza Uma Sivil Gabinete Prezidénsia, no "Observatório da Pobreza", nune'e moos hanesan sala resesaun no fatin multiuzu.

Iha entrada seluk sei iha Prasa Sentrál, ho asesu ba Rezidénsia foun no edifísiu Uma Militar.

Oferese ona hosi Governu xinés, Palásiu Prezidensial Nicolao Laobato hahú harii ona iha 2005 no inaugura 27 agostu 2009, molok loron aniversáriu referendu autrodeterminasaun nian.

Edifísiu substitiu mítiku "Palácio das Cinzas", edifísiu durante okupasaun indonézia akolla servisu polísia no rejistu automóvel sira (SAM/SAT), rahun totál iha violénsia 1999 no inaugura 28 outubru 2002.

Iha momentu inaugurasaun, Prezidente Repúblika, Xanana Gusmão, hatete katak hili naran ba Palácio das Cinzas "omenajen ida ba prosesu ne'e rasik" luta ba independénsia Timor-Leste nian. 

"Hanesan apelu ba kontensaun despeza públikaiha rubrika ladún relevante ka ladún urjente. Se lae iha jestaun di'ak ba nasaun, reseita sira hosi petróleu sei sai desgrasa ida", nia dehan.

ho Lusa
.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Polícia ameaçou dar tiros aos jornalistas, esbofeteia grávida e desloca pé de uma mulher

.

Timor Hau Nian Doben - 09 de abril de 2015

Segundo fontes do Timor Hau Nian Doben em Laga, o Batalhão da Ordem Pública (BOP) ameaçou  tiros ontem aos jornalistas em Laga, que estavam a fazer a cobertura dos acontecimentos.

"A polícia ameaçou atirar tiros aos jornalistas que estavam a cobrir os acontecimentos aqui em Laga e tirou a carteira profissional de alguns", disse.

Outra fonte e membro deste blogue afirmou através de uma mensagem que existem alegações de que a polícia empurrou e  maltratou duas mulheres, entre elas uma grávida.

"Mana, eu acabei de ouvir que a polícia atirou (empurrou) uma mana (senhora) que se chama Joana e empurrou de tal maneira que o pé deslocou, deu ainda bofetadas numa mulher grávida", declarou.

 Uma jurista conceituada, amiga deste blogue e conhecedora dos assuntos de Timor-Leste, que está a acompanhar o caso das violações dos Direitos Humanos em Laga disse:

"Mas essa gente não pára pois não? São uns criminosos. É visceral", exclamou horrorizada a doutora.

Existem ainda alegações de que a Policia Nacional de Timor-Leste (PNTL) e a Força de Defesa timorense (F-FDTL) estão a preparar material bélico para "regar" contra a população.

"A PNTL e a F-FDTL estão a montar metralhadoras, morteiros e canhões numa montanha que se chama Totorae e depois vão "regar" para onde está a população", disse aterrorizado um membro deste blogue, há minutos.

"Estas informações estão todas certas, a minha gente em Baucau confirma o que estás a dizer, o povo inocente é que está a pagar a frustração da polícia não conseguir cumprir esta resolução criminosa do governo. Isto são manobras de diversão do governo, para desviar as atenções do Orçamento Retificativo que foi aprovado por unanimidade e já sabemos que o povo não vai beneficiar destes milhões, que eles mais uma vez roubaram. Não te fies no Rui Araújo, ele não passa de uma marioneta do Xanana", disse um veterano, Oan Kiak, ao Timor Hau Nian Doben.
 .

POLISIA TIRU MATE JOVEN IDA IHA LAGA

.

Timor Hau Nian Doben - 09 de abril 2015

Tuir informasaun Timor Hau Nian Doben simu foin lalais hosi fonte ida iha Baucau, nia alega  katak polisia tiru mate joven ida horseik, iha Boleha, area Laga, distritu Baucau.

"Polisia tiru joven ida horiseik iha fatin Boleha, area Laga, joven nia naran Izidu", fonte refere haktuir.

"To'o agora seidauk hasai mate isin tamba monu tama ba rai kuak mota, fatin Boleha iha Laga area", dehan tan.

Tuir informasaun balun ke blogue ida ne'e hetan, populasaun iha area Laga, Kelikai no Baguia moris loron-kalan ho tauk no paniku tanba polisia ninia hahalok.

Tuir señor ida ke dada lia ho Timor Hau Nian Doben ohin dader, nia dehan:

""Ami tauk no trauma tanba polisia loron-kalan sira halo intimidasaun ba povu tanba sira hanoin ami subar Mauk Moruk no ninia membru sira. Ami tauk sira oho ami. Boot sira mak halo konflitu no ami povu kiik mak lori todan", dehan señor ba Timor Hau Nian Doben.

"Ami husu ba governu no polisia hodi rezolve kazu ne'e lalais, ami lakohi terus tan. Ami mos husu ba BOP hodi hapara sira hahalok aat hasoru povu inosenti. Tanba sa mak ami mak lori todan?", nia remata.
.

Lere Anan Timor koalia lia loos - F-FDTL la tiru malu ho KRM

.

Timor Hau Nian Doben - 09 de abril de 2015

Tuir informasaun Timor Hau Nian Doben hetan hosi membru Konsellu Revolusaun Maubere (KRM) ida,  Chefe Estado-Maior das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), Major-General Lere Anan Timur koalia lia loos kona ba tiru malu iha Laga, Baucau.

Iha entrevista ida ho media Timor-Leste nian, Lere Anan Timor haktuir katak "rezeita katak membru F-FDTL tiru malu ho grupu Revolusionariu Maubere horsehik iha aldeia Selegua, suku Sagadate, administrative Laga, munisipiu Baucau".

Tuir ami nia fontes, polisia mak tiru malu duni ho KRM membrus sira, laos F-FDTL.

"Lere rejeita membru F-FDTL tiru malu ho KRM, ne'e loos duni tanba membru polisia maka tiru laos F-FDTL. Konflitu ne'e ke polisia halo laos de'it ba membru KRM nian, maibe hasoru mos populasaun baibain ka inosente", dehan membru ida hosi KRM ba Timor Hau Nian Doben foin lalais.

Ema ida mate no balun kanek todan iha konfrontus  ke hahu loron rua liu ba, ho polisia no membrus KRM nian, iha distritu Baucau. Joven nain tolu hetan tiru husi Batalhaun Orden Publika sesta-feira liu ba no rezultadu mak joven sira ne'e kanek todan, no tenke halo operasaun iha Ospital Baucau hodi hasai kilat musan.

Tuir sasin hosi populasaun  ida ke koalia ho Timor Hau Nia Doben, povu inosente sente trauma no tauk tanba membru polisia balun halo intimidasaun ba povu tanba deskonfia de'it ke sira subar lider KRM, Mauk Moruk, ka ninia membrus.

"Ami tauk no trauma tanba polisia loron-kalan sira halo intimidasaun ba povu tanba sira hanoin ami subar Mauk Moruk no ninia membru sira. Ami tauk sira oho ami. Boot sira mak halo konflitu no ami povu kiik mak lori todan", dehan señor ida ba Timor Hau Nian Doben.

"Ami husu ba governu no polisia hodi rezolve kazu ne'e lalais, ami lakohi terus tan. Ami mos husu ba BOP hodi hapara sira hahalok aat hasoru povu inosenti. Tanba sa mak ami mak lori todan?", nia remata.
.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Um morto e vários feridos nos confrontos entre polícia e membros do CRM em Baucau

.

Timor Hau Nian Doben - 08 de abril de 2015

Um morto e vários feridos em estado grave é o balanço dos confrontos de ontem, em Baucau, entre as forças de segurança e os membros do Conselho de Revolução Maubere (CRM), chefiado pelo antigo comandante das Falintil, Mauk Moruk.

"Alguns polícias foram feridos na sequência do ataque que efetuaram contra nós e estão neste momento no hospital de Baucau, eles é que nos atacaram e ontem durante quatro horas estiveram aos tiros", disse um membro do CRM ao Timor Hau Nian Doben, há minutos.

"Morreu também um membro do CRM, está agora no hospital de Laga", afirmou a mesma fonte.

Uma outra fonte deste blogue que se encontra em Laga disse há umas horas que o hospital de Laga está cercado por membros da Força de Defesa de Timor-Leste, e não é permitida a entrada nesta unidade hospitalar.

"Mana, eu fui até o hospital de Laga para ver o que se passava mas está cheio de agentes da F-FDTL e eles não me deixaram entrar no hospital", afirmou.

Enquanto escrevíamos esta notícia recebemos um "SMS" a informar que o ex-comandante das Falintil, Cornélio Gama, mais conhecido por L7, foi atacado em Baucau (na parte antiga) pelo Batalhão de Ordem Pública (BOP) e que os membros desta força de segurança encostaram uma arma contra L7.

"Polícias da BOP atacaram o katuas L7 e encostaram uma arma contra o katuas, na parte antiga de Baucau", diz o "SMS".

O Timor Hau Nian Doben está a acompanhar de perto a situação em Baucau, temos acesso a várias fontes nos locais de conflito, e faremos as devidas atualizações à medida que nos surjam informações pertinentes.

Katuas - Pessoa idosa do sexo masculino, ancião.
.