terça-feira, 14 de abril de 2015

A QUEM INTERESSA A DETENÇÃO DE TIAGO GUERRA?

.

Zizi Pedruco

Em primeiro lugar gostaria de informar aos queridos leitores que não estou  aqui a advogar a inocência ou a culpabilidade do cidadão português, Tiago Guerra, que se encontra detido preventivamente sem nenhuma acusação formal, na cadeia de Becora, arredores de Díli, desde outubro do ano passado.

Quando Tiago Guerra foi detido, pouca simpatia suscitou por parte do Timor Hau Nian Doben, o "crime era grave" - branqueamento de capitais, foi mais um "malae" a roubar os timorenses, pensamos.

Todavia, com o passar dos meses, decidimos investigar e obter informações junto de pessoas que têm conhecimento do processo judicial em causa, e as revelações não podiam ser mais assustadoras. A todos aqueles que inquirimos, a resposta tem sido sempre a mesma, Tiago está preso para encobrir os crimes de alguém, o nome de duas pessoas aparecem sempre. Não estamos por enquanto autorizados a revelar o nome daqueles que alegadamente estão interessados a que Tiago continue detido. Mas queridos leitores, não é difícil de perceber quem são, pensem bem...

Esta manhã falei com um criminalista que está a acompanhar o caso e fiz-lhe várias perguntas e ele perguntou-me, "A quem poderia interessar a detenção do Tiago?", eu "chutei" dois nomes, e ele disse," Pois, acho que estamos perto de juntar as pontas. Tiago sabe quem incomodou".

Parece e friso a palavra parece, que Tiago Guerra está a ser usado como um bode expiatório para acobertar os crimes de alguém. Que Tiago está a ser acusado de crimes, que supostamente não cometeu. De acordo com o citado criminalista, Tiago Guerra "É mais uma pessoa inocente na cadeia... Não é o único que se encontra preso por caprichos de corruptos que atropelam a justiça".

Na passada sexta-feira foi renovada a medida de coação, prisão preventiva, por mais seis meses. De acordo com informações apuradas por este blogue o pedido de impugnação da prisão preventiva foi negado porque, " Existem fortes indícios de que Tiago soube que estava a ser investigado no dia 09 de outubro, e que por este motivo estava a fugir", contudo, o Timor Hau Nian Doben sabe que as passagens de Tiago Guerra e da sua família foram compradas muito ANTES disso.

 Existem também alegações de que Tiago Guerra não pode sair da prisão porque poderá ter acesso à Internet e continuar os crimes de que é imputado, porque os crimes foram todos cometidos pela Internet. Mas nós sabemos também que nenhuma transferência feita pelo Tiago (do seu dinheiro, porque foi apenas o seu dinheiro que transferiu ) foi feita pela internet e sim ao balcão do banco. Não seria difícil de provar tudo isto, se houvesse honestidade e vontade de se apurar a verdade por parte das autoridades, mas não tem sido o caso. Porque será, senhores leitores?

Todos estes fatores importantes em defesa de Tiago Guerra parecem que foram completamente ignorados por quem de direito, o que suscitam sérias dúvidas de que Tiago Guerra seja julgado de uma forma imparcial e justa.

Creio que estão a violar de forma gritante e desumana a presunção de inocência, um pilar inabalável num Estado de Direito Democrático e estipulado na Constituição da República de Timor-Leste:

Artigo 34.º
(Garantias de processo criminal)
1. Todo o arguido se presume inocente até à condenação judicial definitiva.

Cabe ao tribunal apurar se Tiago é culpado ou inocente, não estamos aqui a interferir com a justiça, mas até que uma sentença transite em julgado, Tiago é inocente - presunção de inocência. É um dos pilares de um Estado de Direito Democrático e uma garantia constitucional a qualquer acusado, durante todo o processo ele tem de ser tratado como inocente. Não me parece que seja o caso do Tiago, tenho a impressão que já lhe puseram o rotulo de culpado...

O que preocupa alguns juristas que são meus amigos é o facto de ter sido aplicada a medida de coação mais grave, prisão preventiva (restrição absoluta da liberdade), quando outras medidas de coação menos severas teriam sido mais do que suficientes para este caso. A prisão preventiva foi na opinião deles desnecessária e violenta.Sem o passaporte quais seriam as chances do Tiago fugir do país, sejamos honestos meus senhores. Continuação do crime? Que crime, o que eles alegam que ele fez na Internet? Transferências? Mas Tiago Guerra diz que as transferências do seu dinheiro foram todas feitas ao balcão. Pelo menos, apenas pelo menos, vocês deveriam de ouvir o que a defesa diz, não? Sim! Não só por Tiago mas também pela credibilidade do nosso sistema judicial, que a bem da verdade, está de rastos e goza de credibilidade ZERO...

Tudo o que Tiago Guerra afirma em sua defesa é muito fácil de apurar a veracidade, porque não o fazem? Esta atitude é bizarra e incompreensível e levanta sérias suspeitas de que estão a tramar o Tiago.   

Existem pessoas que já foram constituídas arguidas, nomeadamente a antiga ministra das Finanças, Emília Pires, e o Presidente do Parlamento Nacional e nenhuma medida cautelar lhes foi aplicada, pelo contrário, passeiam-se por este mundo fora e Vicente Guterres continua a exercer funções. Os crimes de que são acusados não são menores do que aqueles que alegam que Tiago Guerra cometeu. Então, onde fica a justiça? A lei é aplicada igualmente para todos, ou não?

Queridos leitores, tenho fortes desconfianças  de que a prisão de Tiago Guerra nada tenha a ver com a justiça ou algum crime mas sim com a prepotência e a arrogância dos déspotas, dos donos do sistema judicial timorense. Até agora existem apenas alegações, mas nenhuma acusação formal foi imputada a Tiago Guerra. Até quando? Não é a primeira vez que restringem a liberdade de um individuo sem nenhuma acusação, e não será a última...As diversas declarações de preocupação que têm chegado a nós são deveras preocupantes, e apontam para uma interferência de pessoas influentes de Timor-Leste no poder judicial.

"Tenho pena do Tiago, porque o conheci, não querendo estar a defender a sua culpabilidade ou inocência quanto a prática de atos criminais. Constato que ele está a ser vítima de um corrupto que se apodera de todo o poder contra todos os princípios do direito de um estado democrático", disse fonte judicial a este blogue.

"Há dias recebi uns documentos sobre a alegada acusação do MP contra o Tiago, e fiquei agora a perceber tudo o que se passou", acrescentou.

Xanana Gusmão na noite que precedeu a detenção de Tiago Guerra esteve reunido com a Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) para discutir o caso. Estranho, não?

"A detenção de Tiago em nada teve a ver com um processo criminal em curso, mas antes uma orquestração do próprio Xanana que reuniu com a PNTL na sexta, e no sábado procedeu à detenção", acusou a mesma fonte judicial.

Eu perguntei à mesma pessoa: Então como é que Tiago se vai livrar desta trama?
"Eu acho que só contando a verdade ao mundo. Pela justiça não vão lá. De facto, o Tiago não cometeu nada do que lhe estão a acusar", disse.

O Jornal Tempo Semanal no dia 26 de outubro noticiou também que Xanana Gusmão, então primeiro-ministro, teve uma reunião de urgência com a PNTL e com as chefias para discutir este assunto.
.
"Fontes do Tempo Semanal dentro da PNTL informaram a este jornal que antes de partir para Surabaia, no inicio de outubro, o primeiro-ministro Xanana Gusmão teve uma reunião urgente e à porta fechada com a PNTL e as chefias para discutir este assunto de alegado branqueamento de capitais". 

Queridos leitores vamos lá todos ajudar a que justiça seja feita no caso de Tiago Guerra, por favor assinem esta petição, em nome da justiça.

 A intervenção do poder político no judicial foi no tempo do reinado de Xanana Gusmão,  algo que ocorria frequentemente, às descaradas, sem que o poder judicial tivesse poder para lutar contra as interferências de um dos donos de Timor-Leste, há mais donos, mas isso fica para depois...

Lembremo-nos da expulsão dos juízes internacionais e também da carta que Xanana escreveu em outubro passado, ao Presidente do Parlamento Nacional (ironicamente ele próprio arguido num processo de alegada corrupção) a solicitar o não levantamento da imunidade parlamentar dos membros do seu governo, que foram acusados de alegados crimes contra o Estado Timorense, pelo Ministério Público.

Terá sido Xanana Gusmão quem ordenou a detenção de Tiago Guerra? A quem interessa a detenção de Tiago Guerra?
,

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.