terça-feira, 19 de maio de 2015

Mensagem do primeiro-ministro no 13.º aniversário da Restauração da Independência

.

Gabinete do Primeiro- Ministro  - Transcrição integral da mensagem de Timor Hau Nian Doben - 19 de maio de 2015

Mensagem de Sua Excelência o Primeiro-Ministro, Dr. Rui Maria de Araújo, por ocasião do 13.º Aniversário da Restauração da Independência de Timor-Leste. 

A 20 de maio de 2015 celebramos o 13.º aniversário da Restauração da Independência de Timor-Leste. 

Todos os anos neste dia celebramos também o reafirmar da nossa identidade nacional como Timor Oan, depois de uma árdua e longa luta. Enquanto caminhamos para a prosperidade como um povo livre e uma nação livre, nunca nos podemos esquecer que esta enorme proeza levou quase 500 anos a alcançar. 

E é por isto que, em nome do governo e a expressão do sentimento do povo, presto especial homenagem aos veteranos da libertação nacional, às nossas irmãs e aos nossos irmãos, sobretudo aos que tombaram e sobre os quais, sobre o seu sangue e sobre os seus ossos, a nossa nação está orgulhosamente a ser construída.

Ao celebrarmos a Restauração da Independência a minha mensagem e o meu apelo vão para a nova geração de Timorenses, para que estes não esqueçam, que a liberdade que hoje desfrutamos é herança do sacrifício de mais de 200 mil timorenses, que perderam as suas vidas, para que pudéssemos continuar a lutar, agora, por um futuro próspero.

O caminho que temos pela frente está revestido de desafios, mas continuo confiante de que todos nós, o governo e todos os timorenses trabalhando juntos, com a força de muitos nos podemos transformar na nação que os nossos antepassados sonharam para nós.

Hamutuk ita bele! 

Um por todos e todos por um!

Foto daqui.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.