segunda-feira, 27 de julho de 2015

Mauk Moruk não se vai render no dia das Falintil, notícias são falsas

.

Timor Hau Nian Doben - 27 de julho de 2015

De acordo com um membro sénior do Conselho de Revolução Maubere (CRM) liderado pelo antigo comandante das Falintil,  Mauk Moruk, este acabou de informar ao Timor Hau Nian Doben que as notícias que circulam nos jornais sobre a possível rendição de Moruk no dia 20 de agosto, Dia das Falintil são falsas.

"É tudo mentira o que os jornais timorenses estão a noticiar, eles inventam tudo, pergunte-lhes quem é que lhes deu esta informação, quem lhes deu, mentiu-lhes. Mauk Moruk não se vai render no dia 20 de agosto", disse.

"O processo de negociação ainda está no inicio, como é que Mauk Moruk se iria já render?", questionou.

A mesma fonte afirmou que ainda estavam a negociar as reivindicações do líder do CRM, sem que estas sejam aceites pelo governo, volta tudo à estaca zero.

"Ainda estamos a negociar, Mauk Moruk não confia no Ramos Horta, porque ele faz muitas manipulações e pode acontecer o mesmo que aconteceu ao Alfredo Reinado. Mauk Moruk nomeou a senhora Ângela Freitas como sua procuradora, para o representar nas negociações e o Presidente da República nomeou o antigo Chefe de Estado, José Ramos-Horta. Embora Mauk Moruk não confie no Ramos-Horta, nós estivemos a ponderar e aceitámos, porque se não for ele, então quem? O Taur tem medo de se envolver, o Rui Araújo tem medo, muitas pessoas têm medo, não temos outra alternativa senão aceitar Ramos-Horta como o mediador deles", declarou.

Segundo a fonte referida, Mauk Moruk render-se-á às autoridades quando todas as suas reivindicações forem preenchidas e elas são: retirar as forças de segurança do distrito de Baucau, tirarem todas as acusações que pesam sobre o antigo comandante das Falintil bem como aos seus seguidores, o governo tem de pedir desculpa ao povo timorense pelo sofrimento que causou durante estes meses que tentaram capturar o líder do CRM.

"Antes de nós começarmos a sincronizar nas negociações o governo tem de aceitar as reivindicações de Mauk Moruk, se eles não aceitarem então fica tudo na mesma e e o problema vai levar muito tempo para ser resolvido", salientou.

"Mauk Moruk tem muito apoio do povo, cada dia ele tem mais, porque o povo vê o que o Comando Operacional Conjunto tem feito contra a população inocente e está cada vez mais revoltado.Mauk Moruk tem o povo do lado dele, porque o povo sabe que ele está a lutar pelos direitos deles e não faz como os atuais governantes que só sabem roubar e favorecer a eles próprios", terminou.

Uma outra fonte deste blogue disse que "estes boatos são para lançar confusão entre o público, é uma manobra que  interessa ao governo para mentir à população, uma vez que o Estado tem gasto muito dinheiro nesta operação para capturar Mauk Moruk e os seus homens e até agora só capturaram veados e torturaram e mataram pessoas inocentes. Esta operação não teve sucesso e suja a reputação do governo e  de Rui Araújo".

Segundo a imprensa timorense, o Presidente da República Taur Matan Ruak na passada sexta-feira , em Lautém, afirmou que "tinha ouvido que Mauk Moruk se queria render no dia 20 de agosto, data que se celebra o Dia das Falintil".

Matan Ruak disse ainda que estava disposto a ir buscar pessoalmente Mauk Moruk, porém, as forças de segurança não se retiram do distrito de Baucau principalmente  nas áreas chave da operação, Laga e Baguia.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.