sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Um morto e dois feridos em confrontos entre forças de segurança timorenses e um grupo ilegal

.

Lusa - 07 de agosto de 2015

Uma pessoa foi morta e um polícia e um militar ficaram feridos em confrontos entre uma patrulha de segurança timorense e elementos de um grupo ilegal que está a ser perseguido desde março na região a sul de Baucau.

Fonte da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) explicou à Lusa que os confrontos ocorreram na quinta-feira próximo à aldeia de Osowake, na região de Fatolia, Venilale, a sul de Baucau, a segunda cidade timorense.

"Cerca das 12:00, uma patrulha conjunta da PNTL e das FDTL (forças armadas) encontrou-se com elementos do grupo de Mauk Moruk e houve um contacto", explicou a fonte.

A informação disponível indica que um dos elementos do grupo terá sido morto - "espera-se ainda confirmação definitiva" - e dois efetivos de segurança ficaram feridos.

"Os feridos foram helitransportados para Díli e estão no Hospital Nacional Guido Valadares", disse a mesma fonte.

A patrulha conjunta insere-se nas ações da operação de nome código Hanita, que pretende deter Mauk Moruk, alvo de um mandado de captura, e elementos do grupo que dirige, o Conselho da Revolução Maubere (CRM).

A decorrer desde março e envolvendo centenas de efetivos da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) e das Forças de Defesa de Timor-Leste (FDTL), já tinha provocado cinco feridos entre as forças de segurança.

No decurso da operação, já se renderam ou foram capturados 468 elementos do grupo de Mauk Moruk, que se diz ex-líder da resistência mas que é considerado traidor da resistência timorense - tendo participado com os indonésios na luta contra a guerrilha.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.