quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Xanana e Cirilo deram ordens para EOC matar Mauk Moruk na sexta-feira

.

Timor Hau Nian Doben - 12 de agosto de 2015

De acordo com duas testemunhas, Xanana Gusmão e o ministro da Defesa, Cirilo Cristóvão, foram a Venilale na passada sexta-feira e fizeram uma reunião grande com as forças de segurança durante cinco horas, nesta reunião Xanana Gusmão deu ordens para matar rapidamente o antigo Comandante das Falintil, o saudoso Mauk Moruk.

"Xanana gritou muito e ameaçou as forças de segurança, que se não matarem Mauk Moruk eles todos vão perder o trabalho. Depois, Xanana Gusmão regressou a Díli e no sábado EOC cercou e matou Mauk Moruk bem como outros membros do Conselho de Revolução Maubere.

"De acordo com outra testemunha em Venilale, esta afirmou ao Timor Hau Nian Doben que, "Não existem dúvidas, foi o Xanana quem mandou matar mesmo. Mauk Moruk morreu não foi porque ele era um criminoso, terrorista ou uma ameaça à estabilidade deste país. Mauk Moruk morreu porque o barba branca (Xanana Gusmão) deu ordens na sexta-feira para as forças de segurança o matarem. Eu ouvi com os meus próprios ouvidos, o Xanana disse para as forças de segurança matarem rapidamente Mauk, senão eles tinham de responder ao Xanana. Eu fiquei assustado".

As informações que este blogue recebeu foram de que o EOC baleou mortalmente Mauk Moruk com rajadas e o corpo foi totalmente destruído. O antigo comandante das Falintil foi baleado na perna direita que ficou totalmente desfeita, a parte de trás da cabeça está muito esburacada e partes do corpo encontram-se igualmente esburacadas.

Segundo informações apuradas por este blogue, o governo fez a autópsia ao corpo do saudoso Mauk Moruk sem pedir autorização à família do antigo Comandante das Falintil. O governo ordenou a autópsia e não informou a família, eles fizeram o que quiseram ao cadáver e de acordo com a vontade do governo.

Os resultados da autopsia dizem que o corpo do Mauk Moruk se encontra destruído porque ele caiu de uma montanha e não porque foi baleado pelas forças de segurança. Porém, o Timor Hau Nian Doben sabe que os resultados apresentados à família são falsos porque este blogue possui fotografias e um vídeo que demonstram que Mauk Moruk morreu porque o EOC o baleou com rajadas, as fotos e o vídeo foram capturados logo após a chegada do corpo a Díli. Nós ainda não publicamos devido ao respeito que temos para com a família nesta hora de grande dor, sofrimento e tristeza. Mas nós iremos publicar num futuro próximo.

Mauk Moruk foi baleado primeiramente durante os confrontos com o EOC na quarta-feira, o antigo comandante não comeu e passou fome durante quatro dias mas recusou-se a render.

O antigo Comandante deixou uma mensagem para todos nós:

"Quando eu morrer é que me levam o meu corpo, vivo não me rendo. Esta terra é sagrada, eu não vou trair este povo nem vou trair os meus mortos. Vocês têm de continuar a lutar contra a corrupção e contra a maldição má na nossa terra", pediu o saudoso Mauk Moruk.

Antes de morrer Mauk Moruk continuou a gritar, "A LUTA CONTINUA".

Bele lee mos versaun Tetun: Xanana ho Cirilo sesta-feira haruka EOC oho Mauk Moruk
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.