quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Polícia de Timor-Leste lançou alerta sobre suspeito do grupo Estado Islâmico

.

Redação, 20 jan (Lusa) -- A polícia de Timor-Leste divulgou um cartaz com a imagem de um suspeito de pertencer ao grupo radical Estado Islâmico (EI), que as autoridades acreditam ter cruzado a fronteira a partir da província indonésia de Timor Ocidental.

O alerta foi lançado a 15 de janeiro, um dia depois dos ataques na capital indonésia que vitimaram oito pessoas e reivindicados por militantes do EI, referindo que o suspeito se chama Fajar, noticiou hoje o portal australiano de notícias News.com.au.

Este aviso pode referir-se a Fajar Firdaus, que foi condenado a quatro anos e meio de prisão em 2010 por acolher um terrorista, Syaifudin Jaelani, que recrutou bombistas suicidas para os ataques aos hotéis JW Marriott e Ritz-Carlton, que mataram sete pessoas em 2009.

Após os atentados, Syaifudin foi morto, juntamente com o terrorista mais procurado na Indonésia, Noordin M Top.

O Departamento de Estado norte-americano acredita que Timor-Leste não tem qualquer organização terrorista ali criada, mas a sua fronteira terrestre com Timor Ocidental é facilmente atravessada -- apesar de o país não ser considerado um local ideal para os terroristas se esconderem.

JH // EL

Lusa/fim
.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.